A importância da psicologia no processo de emagrecimento!


Atualmente, quando pensamos em processo de emagrecimento , o que nos vem à mente é restrição, dietas, medicamentos, atividade física e sacrifício, muito sacrifício, para obter o corpo desejado, porém esquecemos de levar em consideração que temos vontades, sentimentos e emoções que influenciam no nosso comportamento, inclusive no ‘’comportamento’’ de comer.
Muitas pessoas comem porque se sentem entediadas, solitárias, estressadas, cansadas, ansiosas ou por qualquer outro motivo que não esteja relacionado diretamente à necessidade fisiológica de se alimentar, então comer aquele pedaço de bolo ou uma fatia de pizza torna-se um “carinho” que a pessoa se faz.
Quem nunca, depois de um dia estressante e cansativo de trabalho ou após uma briga, não olhou para determinado alimento e pensou: “hoje eu mereço”. O problema é que esse falso afeto pode causar efeitos desastrosos para a saúde e a estética.
Então para ter sucesso em seu processo de emagrecimento é importante readaptar seu cérebro, modificando sua relação com a comida.
Talvez você não tenha consciência, mas sempre há um pensamento que antecede o ato de comer. Vamos imaginar que você esteja diante de um bolo de chocolate, pegar uma fatia deste bolo e levá-la a boca não é um processo automático, pois se você pensar: “comer só um pedacinho não terá problema” ou “eu quero mesmo comer um pedaço deste bolo” e não reagir a estes pensamentos você comerá o bolo e processos automáticos nós não conseguimos controlar, como por exemplo, nosso processo digestivo.
Mas como estes pensamentos podem atrapalhar minha dieta?
1) Incentivando você a comer. Você tem pensamentos de “permissão” para comer.

2) Minam sua autoconfiança. São pensamentos que surgem depois que você já comeu algo que não deveria e também aparecem quando o resultado na balança não é positivo.

3) Autorizam você a desconsiderar as orientações apresentadas pelo profissional que está te acompanhando neste processo.

Estes pensamentos surgem quando você recebe um estímulo, ou seja, quando está diante de uma situação que estimula este pensamento. Exemplo: quando vejo algum alimento que gosto ou que me parece gostoso, quando leio uma receita, quando estou triste e sinto vontade de comer, etc. Aprender a identificar estes estímulos te ajudarão a lidar com os impulsos de maneira produtiva.
A TCC – Terapia Cognitivo-Comportamental pode ser uma aliada muito importante no processo de emagrecimento, pois trabalha com os pensamentos, sentimentos e comportamentos que envolvem todo o processo de perda de peso.
A terapia promove o autoconhecimento e ensina novas formas de lidar com os impulsos de comer, ajuda na aderência à dieta e às instruções do nutricionista e educadores físicos, clareia as diferenças entre fome e vontade de comer e resgata principalmente a autoestima ajudando na modificação da forma de se relacionar com a comida e na manutenção de um corpo e mente saudáveis.

Thais Rodrigues
Psicóloga
CRP 06/104699

thais texto.jpg 022

Gostou do texto ?
Siga a psicóloga na Fanpage: https://www.facebook.com/thaisrodriguespsicologa


Whey Protein, posso consumir?


Whey Protein, eu posso consumir?

Com a crescente procura de pessoas por incluir uma atividade física na sua rotina diária, por motivos estéticos ou para maior qualidade de vida, a procura por academia de musculação e exercícios aeróbicos vem aumentando a cada dia. É muito comum as pessoas que estão em uma academia verem os colegas consumindo alguns tipos de suplementos alimentares, e um dos mais consumidos é a famosa Whey Protein (proteína do soro do leite).
Efeitos sobre o anabolismo muscular:
Exercícios físicos resistidos com peso são de extrema importância para impedir atrofia e favorecer hipertrofia muscular. Pessoas fisicamente ativas necessitam de quantidades de proteínas maior que indivíduos sedentários. Os inúmeros artigos sobre as quantidades de proteína de um praticante de atividade física apontam que de 1,2 a 1,7 gramas de proteína por quilo de peso já é suficiente para promover hipertrofia muscular, podendo variar de acordo com intensidade e tipo de modalidade. Vale lembrar que consumir por exemplo 4 gramas de proteína por quilo de peso não quer dizer que você ganhará mais músculos que seu amigo que consume 1,7 gramas. O excesso de proteína não é aproveitado pelo organismo, e será excretado ou dependendo o volume pode ser convertido em gordura corporal (Phillips S.M, 1999).
Segundo algumas pesquisas, o consumo de whey protein logo após o treino promove maior ganho de força e de hipertrofia muscular (Lenon, 1998). Lembrando que é muito importante associar a whey pós treino quantidade ideal de carboidratos para garantir que a mesma tenha sua função. Exemplo: durante o treino seu organismo gasta muita energia, e essa energia é fornecida pela glicose sanguínea e ao longo do exercício nosso glicogênio hepático começa ser quebrado em glicose para garantir energia ao musculo durante o exercício. Somente consumir a whey protein imediatamente após o treino e não ingerir carboidrato algum (o que é muito comum de se ver nas academias hoje), devido a carência de energia do seu corpo, a proteína consumida terá que ser convertida em glicose pelo seu corpo para suprir a demanda energética pós treino. Ou em muitos casos pode ocorrer o própria catabolismo muscular com o consumo exclusivo da whey, pois muitas delas tem apenas 120 a 150 kcal, e sem corpo precisa muito mais que isso num pós treino, isso para os que visam hipertrofia.
Os autores explicam esse aumento de força e hipertrofia pelos aminoácidos presentes no produto e em especial a concentração de leucina, que seria a principal responsável por uma série de reações e ativação de síntese proteica. Porem o favorecimento da hipertrofia depende logicamente do consumo adequado de proteínas, carboidratos e gorduras ao longo do dia. Tomar a whey protein após o treino e depois não ter refeições balanceadas ao seu objetivo, o desejo do ganho de massa pode ser frustrante. A leucina é um importante marcador da síntese proteica, e sua rápida absorção está relacionadas com a liberação de hormônios anabolismos como insulina.

Whey Protein na Redução de Gordura Corporal:

O aumento de gordura corporal é considerado hoje um problema de saúde pública. No brasil mais da metade da população já se encontra acima do peso, desses 17 % já encontram-se em obesidade I, II e III. Vários trabalhos tem mostrado que o uso da proteína do soro do leite favorece o processo de redução de gordura corporal, por meio de mecanismos associados ao cálcio, por apresentar altas concentrações de aminoácidos essenciais (BCAA’s). Alguns estudos mostram que o alto teor de BCAA nas whey afeta o processos metabólicos da regulação energética, favorecendo o controle e a redução da gordura corporal. Para Layman, dietas com concentrações adequadas de proteínas e carboidratos atuam na preservação ou manutenção da massa magra no processo de perda de peso.

Eu não treino, posso tomar whey protein?

Já é mais que comprovado que a whey é um alimento seguro e atualmente é usado para alguns fins terapêuticos desde que tenha a prescrição de um profissional nutricionista, que irá avaliar a necessidade do consumo e quantidades ideias se necessário. É muito comum alguns profissionais notarem a necessidade em vegetarianos, pessoas que não comem muita carne ou derivados do leite, então a whey entra como complemento, para que as necessidades de proteínas totais diárias da pessoa seja atendida. Em alguns casos de tratamento de obesidade é bem utilizada também, pois fora a questão da redução de gordura acima citadas, por ser um produto proteico, da mais saciedade e trabalha o volume de consumo em alguns momentos. Pesquisas apontam que o consumo adequado de BCAA de uma boa fonte proteica 90 minutos antes das principais refeições auxilia na diminuição do volume de ingestão e promove mais saciedade em pessoas obesas.
Pesquisas mostram que as proteínas do soro do leite promovem a formação de ossos em humanos, por estimular a proliferação e diferenciação dos osteoblastos, aumentando a densidade óssea (Toba Y, et.al, 2001).
Muitas pesquisas vem mostrando que o soro do leite favorece o controle da hipertensão por inibir a ação de ECA (Angiotensina), que por sua vez está envolvida no sistema renina-angiotensina (Fitzgerld R.J, 2004).
Concentrações plasmáticas (no sangue) de alanina favorecem a formação de triptofano que é precursor da serotonina (que é um neurotransmissor produzido no cérebro relacionado às reações de humor) (Markus CR, et.al, 2000).
Quis citar acima a utilização de whey em outras situações fora do treino, poderia citar mais artigos que relacionam o uso do produto em tratamentos de patologias como hepatopatias, desnutrição, anorexia, obesidade, etc…
E lembre-se todo suplemento alimentar incluso na sua rotina deve ser prescrito por um nutricionista, para avaliar a real necessidade e então consumir quantidades ideias e adequadas para seu objetivo ou condição atual.

whey protein 1


Suco de laranja é liberado?


Estou em dieta de emagrecimento, suco de laranja é liberado?

É muito comum no consultório as pacientes iniciarem os planos alimentares e principalmente no verão com a sede aumentada, algumas não apesentam muitos resultados, mesmo tendo relatado seguir tudo certinho, durante a anamnese do retorno algumas relatam que substituem lanches da manhã ou da tarde ou até mesmo antes de dormir por suco NATURAL DE LARANJA!

Vamos lá… A laranja é uma fruta muita saudável e deve ser consumida sim num plano alimentar equilibrado, por é uma ótima fonte de vitamina C, como vimos no poste sobre essa vitamina apenas duas laranjas por dia já suprem a necessidade diária recomendada.

Uma laranja tem em mádia de 50 a 60 kcal (sendo uma ótima opção de sobremesa, visto que a vitamina C melhora absorção de Ferro presente nas carnes e vegetais.

Mas então porque ela atrapalha seu emagrecimento? A um bom tempo de tanto ouvir essa queixa do suco de laranja como substituto ou apenas incluso na dieta sem culpa, pois frutas tem um conceito que não engordam, mas acreditem, já atendi pessoas obesas que comiam quilos de frutas por dia por ter o conceito de saudável pode e é a vontade… A frutose presente nas frutas em excesso no organismo pode sim se depositar nos seus adipócitos. A grande vantagem do consumo de frutas que ela independe da insulina para sua absorção, evitando picos de insulina. Picos de insulina aumentam a captação de glicose pelos tecido adiposo.

Voltando ao suco, em média um suco 100% natural de laranja feito na hora tem em média de 6 a 10 laranjas dependendo o tamanho do copo. Um copo de 300 ml chega a ter 6 unidades e o de 500 ml até 10 laranjas… Dai a matemática é simples, um simples copo de suco de laranja tem em mádia 300 a 400 kcal. Isso mesmo! TUDO ISSO! Coloque isso em uma refeição como almoço de jantar por exemplo, você já ingere arroz, feijão, carne, salada e legumes + o suco de laranja. Essa refeição pode chegar perto de 800 a 1000 kcal somente pela escolha do suco de laranja!

Se você está no processo de perda de peso prefira sucos como limão, maracujá, kiwi, melão, morangos, melancia, etc… todos sem açúcar, lógico!

Mas onde eu posso consumir o suco de laranja? Para quem pratica alguma atividade física o suco de laranja com couve por exemplo é uma ótima opção de 15 a 20 minutos antes do treino para repor glicogênio hepático e garantir uma boa qualidade de treino e evitando fadiga e cansaço excessivo. Existem outras aplicabilidades desse suco no meio esportivo…

Gostou da dica? Evite erros, procure sempre um nutricionista para te orientar sobre um plano alimentar adequado para seu objetivo!

images (3)


Indisposição no Verão: acabe com esse mal com uma alimentação equilibrada!


Mesmo muito esperado pela maioria das pessoas, o verão também traz consigo algumas situações desagradáveis para quem não tira férias neste período. As altas temperaturas proporcionam ao organismo humano uma maior indisposição que, por sua vez, afeta nosso dia-a-dia deixando-nos mais sonolentos, com baixo apetite e com uma sensação de desconforto e até mesmo mal estar devido ao calor excessivo.
Para tentar amenizar estas sensações, a pessoa pode, através de uma alimentação diferenciada, proporcionar maior bem-estar ao seu dia.
É muito importante manter o consumo de alimentos constante e em intervalos de tempo menor, para evitar a alta ingestão dos mesmos nas principais refeições do dia. Pratos com quantidades maiores de comida aumentam a sensação de sonolência e mal estar durante o dia, por isso é importante evitar esta prática. Além disso, no momento de compor seu prato, dê preferência a um mix de saladas e legumes, pois estes irão possibilitar a ingestão de vários nutrientes importantes ao bom funcionamento do organismo sem deixar a sensação de estômago pesado. Escolha também carnes grelhadas e com baixo teor de gordura, além de dar preferência à carne de peixe que também é menos calórica, para evitar que o corpo fique mais cansado ao digerir este alimento. Elas são necessárias para a absorção de um índice adequado de proteínas, essenciais ao organismo. Na hora de escolher uma sobremesa, entenda que as preparadas com mais condimentos e açúcares acabam sendo as mais calóricas, permitindo também que seu organismo sinta-se mais desgastado. Substitua estas sobremesas por frutas, gelatinas diet ou light. Existe nesta época uma variedade imensa que pode fazer de sua sobremesa um momento mais saudável sem perder o sabor. Dentre as mais populares do verão estão o pêssego, a uva, a nectarina, a ameixa, o abacaxi e a melancia.
Outro item muito importante e que precisa ter maior ênfase no verão é a hidratação intensa. O corpo perde muito líquido através do suor com as altas temperaturas e, mesmo que você não faça esforços excessivos neste período, seu organismo necessita de uma maior hidratação para poder manter a temperatura do corpo em um nível adequado. Consuma ao menos, 2 litros de água diários para evitar uma desidratação. Vale também consumir suco natural de frutas e chá gelados. O ideal de consumo é de 30 a 50 ml de líquidos por quilo de peso. Faça sua conta e tente atingir o consumo!
Estas atitudes irão ajudar seu organismo é sentir-se saciado mesmo comendo uma quantidade baixa de alimentos, fazendo com que a indisposição seja menor e você sinta-se mais disposto neste verão.
download