Refeição do Lixo! Como se comportar antes e depois?


Respeite quem está buscando um estilo de vida mais saudável!

Eis que um dia você acorda e se olha no espelho e diz que não dá mais para continuar assim, ou que seu médico te dá o cheque mate – ”ou melhora ou você não terá jeito…” Nesse primeiro momento é normal que você procure ajuda dos profissionais especializados para seus objetivos como nutricionistas, educador físico, fisioterapeutas, psicólogos, esteticistas, etc…

Sua parte você começa a fazer, e no inicio é quando mais temos motivação e nesse período que seu corpo está mais pre disposto a perder peso e também o que você dará uma atenção maior aos alimentos e isso causa a impressão que será impossível, pois nesse momento você se da conta do quanto estava comendo…

Um filão desse processo é o final de semana e eventos sociais!

Quem busca um novo estilo de vida, não pode esquecer que sábado e domingo é dia de ser saudável da mesma forma como os demais, porem, é sabido que nesses dias os convites e a busca por outros alimentos será maior, e isso não é um problema desde que você sabia se controlar nessa situação! Saber que existe um jantar diferente no seu sábado deve te fazer pensar que ANTES do evento em si você tem 5 ou 6 refeições, e essas podem e devem ser mais saudáveis, já que a noite você optará por algo mais calórico e gorduroso! Uma fez já discutido aqui, o dia do LIXO como muitos gostam de citar não é uma estratégia eficaz para quem busca perda de peso. Já a refeição do lixo, não há problema desde que não haja exageros desnecessários, lembrando que refeição do lixo seria uma escolha diferente do proposto que sabemos que não apresenta propriedades nutricionais em qualidade melhor do que a proposta durante a sua semana. E reforçando uma única refeição dessas NÃO engorda ou atrapalha o objetivo de ninguém!

O que atrapalha de fato são todas as refeições ANTES E DEPOIS da sua refeição do lixo! Pense que se você comer saudável sempre, e uma refeição da sua semana for um x tudo, pronto! Viva uma refeição de cada vez! Sua próxima refeição após o x tudo deverá ser a mais saudável possível. Muitas pessoas que comem uma única refeição errada no dia usam isso como GATILHO para continuar comendo errado o dia todo, e isso que atrapalha seus resultados.

O número de permissões que você está cedendo que estão dificultando seus objetivos! Lembre-se, comer alguma coisa diferente PODE, mas o foco nas demais tem que estar redobrado!


Fundue de chocolate e Queijo com ervas (base de Biomassa)


Fundue de chocolate com BioMassa

11053207_10206597647681135_4885271902136646745_n

Ingredientes
100 g de biomassa de banana verde
150 ml de água mineral
30 gotas de adoçantes líquido de sua preferencia
2 colheres de sopa de bem cheia de chocolate em pó 100% cacau (ou 70%)
100 ml de leite de coco light
100 ml de creme de leite light

Modo de preparo: no liquidificador bater a biomassa com os 150 ml de água mineral até dissolver. Em um recipiente misturar a biomassa com o leite de coco light, o cacau, o creme de leite e as gotas de adoçante a gosto. Colocar no recipiente para servir o fundae. Servir com frutas diversas.

Fundue de Queijo e ervas com Biomassa

10982133_10206597646081095_4079795417920938335_n

Ingredientes:
100 g de biomassa
150 ml de água mineral
100 g de catupiry cremoso light
100 g de queijo parmesão ralado
75 g de cream cheease (1/2 embalagem)
100 ml de creme de leite light
Ervas de sua preferencia
Sal a gosto

Modo de preparo: bater no liquidificador a biomassa com a água, reservar. Em um recipiente misturar o catupiry, o parmesão ralado, o cream cheease, o creme de leite e as ervas até ficar uma mistura homogênea. Ir colocando o creme de biomassa e ir mexendo até a mistura ficar uniforme. Colocar no recipiente para fundae e servir com pães integrais, pão australiano, etc…


Negocie com você e emagreça…


Negocie com você e emagreça…

Para você que tem dificuldade em perder peso ou sempre perde e volta ao peso inicial ou mais, você já parou para pensar que a culpa desse efeito sanfona é 100% sua? A culpa não é do seu marido que não te ajudou, do nutricionista que não é bom, da sua rotina de trabalho, etc…

Minha dica para você nesse momento é: que tal negociar com você mesma/o? Isso mesmo, para que o processo de certo definitivamente é necessário que você consiga detectar os pontos que estão falhos. O que está contribuindo para você estar no seu peso ou para que ele não pare de se somar?

– São seus finais de semana?
– São as festinhas de aniversário ou na escolinha do seu filho?
– São os encontros com o pessoal do trabalho depois do expediente?
– Sua rotina está muito agitada e você não está tendo tempo para nada?
– Está comendo muita comidas prontas na rua?
– Está pulando refeições e comendo em exagero nas outras?
– etc… enfim, existem mil motivos que podem estar contribuindo para o insucesso do seu objetivo. E você já parou para se perguntar ou para analisar QUAIS SÃO ELES?

Dica: faça isso nesse momento. Comece a pensar na sua rotina e tente por conta própria detectar motivos que pode estar te atrapalhando. Detectou? Pense um pouco mais, esses motivos tem que existirem. (caso você realmente não encontrou é necessário pedir ajuda de um profissional).

Dica 2: dos vários motivos que você encontrou pegue uma outra folha em branco e escreva para você ler TODOS os dias quais seriam as melhores estratégias que você pode adotar para MELHORAR essas barreiras no seu dia a dia.
Exemplo: você detectou que nos finais de semana não existe preocupação alguma em se programar e comer algo considerado saudável, seu café da manhã começa na padaria, o almoço no restaurante com frituras e o jantar pizza e lanches. Analisando friamente, você está fazendo escolhas mais calóricas e que estão contribuindo para o insucesso do seu objetivo.

Na sua lista na coluna da esquerda deve conter o item FINAL DE SEMANA. Na coluna da direta as medidas ou ações que você pode começar a tomar a partir de HOJE! Nesse caso acima por exemplo:

– Num primeiro momento evitar tomar o café da na padaria e optar por um suco de fruta com 1 fatia de pão integral e requeijão light.
– No lugar de beliscar bolachas recheadas no intervalos das refeições, preferir frutas.
– Quando for ao restaurante, antes de montar o prato com arroz, feijão, etc… comece pela salada, independente disso controlar sua ingestão alimentar.
– No jantar, preferir pizza que tenham legumes. Mastigar mais vezes. Tomar mais água ou sucos naturais durante essa refeição para evitar exageros.
– entre outras mais…

Muitas dessas respostas um bom nutricionista já irá te ajudar responder em consulta, é muito mais fácil para o profissional te ajudar detectar as falhas e te traçar um norte, uma orientação geral.
Dos exemplos acima, eles não precisam ser mudados radicalmente e nem todos ao mesmo tempo, mas somente ao mudar um pequeno hábito, esse pode contribuir para mudanças no seu peso, por exemplo, e isso te motiva a querer continuar buscando erros e querendo melhora-los.

idawe-org

Faça o teste: se pergunte onde esta errando e tente responder! Você vai se surpreender com os resultados!

Rodolfo Scatolon Nutricionista CRN 38692


Perdendo peso indo ao supermercado!


Perdendo peso indo ao supermercado!

Esses dias ouvi de uma pessoa a seguinte frase:

– Alguns nutricionistas não se atualizam, parecem que param no tempo. Onde já se viu não ter no cardápio GojiBerry, semente de chia, chás pronto tipo detox, não tirar glúten, etc…? Esse profissional está desatualizado! Afirmou ela.
Para reflexão geral: será que esse profissional está desatualizado ou ele está reforçando para você que para atingir seu objetivo não é necessário utilizar produtos específicos e modistas?

Recebo muitos pacientes no consultório hoje em dia que uma das primeiras perguntas é se meu cardápio custa caro. Ou seja, para muitas pessoas ainda está culturalmente implantado que para se perder peso é necessário ser frequentador de lojas de produtos naturais específicas. Essa lojas, são de fato uma mina de ouro, pois todos os produtos tem um fim voltado a saúde e qualidade de vida, porem se consumidos de maneira errônea, de nada vale ser saudável. E eu te pergunto: então no supermercado não existem produtos saudáveis? LÓGICO QUE EXISTE, só basta irmos com tempo e observarmos os rótulos com mais atenção e fugir dos industrializados.

Dicas-para-fazer-compras-saudáveis-e-magrinhas-no-supermercado-609x250

Quando pensamos em emagrecimento fisiológico (do corpo em si), comer menos calorias do que de gasta promoverá perda de peso, logo, se você gosta 2000 kcal por dia nas suas atividades e começar a comer 1500 kcal, você terá resposta em perda de peso. Com isso já conseguimos desmitificar que somente produtos específicos vão te emagrecer! Pois 1500 kcal totais sendo em produtos de lojinhas ou 1500 kcal em produtos de supermercado vão te favorecer no seu objetivo. Lembrando que o valor nutricional dos produtos influencia na qualidade da perda de peso, mas numericamente falando os dois casos são favoráveis para perda de peso.

No supermercado encontramos frutas, verduras e legumes in natura (hoje em dia até orgânicos e higienizados, prontos para consumo), leites desnatados e sem lactose, iogurtes, pães integrais, torradas integrais, requeijão light, chocolates 70%, semente e grão, castanhas, frutas desidratadas, temperos naturais e desidratados, etc. Concluindo, temos todos os alimentos que se distribuídos de maneira adequada equilibrada na sua rotina você atingi seu objetivo de perda de peso. Isso que eu chamo de plano alimentar prático e do dia-a-dia. Pois ainda muitas pessoas tem dificuldade em conseguir comprar produtos específicos. Lógico que como nutricionista eu conheço muitos produtos mais específicos, mas assim como conheço os seus substitutos mais baratos e mais práticos. Hora ou outra sempre é sugerido um alimentos diferente mas eles não precisam ser REGRA no seu cardápio para você atingir seu objetivo. Pois para que você consiga atingir seu objetivo e mantê-lo as coisas tem que ser práticas, estar dentro da sua rotina.

Por isso cuidado quando avaliamos um profissional somente pelo tipo de alimentos que ele prescreve ou retira, um bom profissional não se limita apenas a cardápios e sim a comportamentos alimentares inadequados. E lógico, o sucesso do processo não depende de profissional algum e sim única e exclusivamente de você! Pense nisso!

Rodolfo Scatolon Nutricionista CRN 38692


Efeito Sanfona, porque cada fez é mais difícil emagrecer?


Rodolfo, sempre fiz dieta na minha e agora está super difícil de conseguir perder 1 kg, porque?

Essa é uma queixa muito comum de quem passa pelo efeito sanfona. Então vamos entender um pouco mais…
Primeiramente como diz a Thais Rodrigues Psicologa: se a pessoa voltou ao peso é porque ela não estava preparada para emagrecer.

Mas descartando a questão psicológica que na minha opinião é o mais relevante nesses casos, vamos entrar um pouco no metabolismo em si e entender porque voltamos a ganhar o peso perdido.

métodos-agressivos-de-emagrecimento-efeito-sanfona-e1407725424909

mulher-tpm-600

De inicio, quando se fala em EMAGRECER, toda pessoa associa o processo a restrição, privação, fome, dores de cabeça, dizer não para tudo, etc… ou seja só associam coisas negativas (que na reeducação é completamente o contrário). E por ter esse conceito que emagrecer e seguir processo restritivos toda pessoa que quer emagrecer inicia a primeira ”dieta da vida dela” pegando dieta da internet, ou na blogueira, ou de algumas modistas de plantão e seguem um plano super restritivo, geralmente inferior a 800-1000 kcal por dia. De fato 800 kcal por dia emagrecem QUALQUER pessoa.

Porem, emagrecer envolve uma questões muito importante:
– Como minha composição corporal será afetada com esse emagrecimento?

Esses tipos de dieta restritivas por não atingir as calorias necessárias para suas atividades diárias, seu corpo como medida estratégica utilizará também como energia parte da sua massa magra (massa muscular) para atender essa demanda diária, pois seus órgãos não podem parar de funcionar, o corpo dá um jeito de se adaptar.
Mas Rodolfo, eu quero perder peso na balança, não importa se é massa magra ou massa gorda, quero estar magra de qualquer maneira. Isso é o que muitas pensam ou até me falam… infelizmente…
Só lembrando que quando pensamos em massa magra, estamos pensando em um tecido ativo, que usa MUITA energia para se manter, que está em constante movimento, logo, se eu perder muito tecido muscular, meu metabolismo cada vez mais estará gastando MENOS energia. (dai já da para entender melhor algumas coisas né?).
Voltando a dieta…

dicas-de-como-evitar-o-efeito-sanfona

Então você faz uma dieta restritiva, sofre por semanas, perde líquidos, gordura e massa magra, ponto final. Dai como o período e sacrificante você ficou sem comer arroz, feijão, chocolate, macarrão, pizza, e outros mais, sua VONTADE de come-lo está elevada, e fisiologicamente seu corpo está com mecanismos de reversas ativados. Dai você abandona o cardápio e restritivo e volta a comer como comia antes, PRONTO, já está voltando a ganhar peso. Lembre-se que seu corpo, em períodos de restrição não se preocupará muito em gastar energia e sim em GUARDAR o máximo possível, então ao comer um pedaço de pizza HOJE, seu corpo irá armazenar praticamente todas as calorias que esse pedaço te ofereceu…e isso permanecerá por algumas dias ou semanas. E quanto mais você comer, mais ela vai armazenar.
Dai vem novamente a questão da massa magra inicial e final. Se no inicio da dieta restritiva você tinha por exemplo 50 kg totais de massa magra e ao terminar o processo você está com 41 kg de massa magra total, metabolicamente falando antes você tinha um gasto energético estimado por exemplo em 2200 kcal dia, com menos 9 kg de massa magra total seu gasto por exemplo estará de 1900 kcal. Ou seja, hoje se você comer como ANTES, seu corpo já estará ganhando peso.

COMPREENDEU AGORA PORQUE A MASSA MAGRA É IMPORTANTE????

E lembre-se toda dieta restritiva que você optar em fazer depois disso, cada vez fará menos efeito, e cada tentativa frustrada te trará mais kg de gorduras e por isso cada fez mais irá ficar difícil!

Então não espere milagres, e não queria sofrer para emagrecer. Você tem que optar pelo reeducação alimentar e ponto final, para isso não existe discussão!

Rodolfo Scatolon Nutricionista CRN 38692