BOLINHO DE ARROZ INTEGRAL ASSADO!


BOLINHO DE ARROZ INTEGRAL ASSADO:

Ingredientes

1 xícara (de chá) de sobras de arroz integral cozido
1 ovo
2 colheres (de sopa) de farinha de trigo integral (rasas)
1 colher (de sobremesa) de cebola ralada
1 pitada de fermento para bolo

 

350Bar-do-Horto_bolinho-de-

 

Modo de Preparo

Misture todos os ingredientes muito bem.
Com a ajuda de duas colheres modele os bolinhos.
Coloque em uma assadeira untada com óleo.
Achate os bolinhos com a colher.
Leve ao forno por uns 15 a 20 minutos ou até começar a dourar (forno médio)
Sirva quentinho com um molho.
Dicas

Se quiser acrescente 1 colher (de sopa) de queijo ralado, fica bom.

Deixe ficar morno para tirar da assadeira.


Sub-relato de ingestão Alimentar – Isso pode dificultar o trabalho do Nutricionista!


Sub-relato de ingestão Alimentar – Isso pode dificultar o trabalho do Nutricionista!

Um dos principais erros da avaliação dietética está no relato impreciso da ingestão energética, que distorce a interpretação dos resultados de estudos sobre consumo alimentar 3, sendo mais comum o relato da ingestão energética inferior às quantidades mínimas necessárias para a manutenção do peso corporal do indivíduo, fato conhecido pela literatura científica como sub-relato da ingestão energética. Esse pode ocorrer por lapsos de memória, dificuldade do entrevistado em quantificar as porções, incompreensão das questões feitas pelo entrevistador e até mesmo por constrangimento ao relatar o consumo de alguns alimentos.

Têm sido descritos como contribuintes para o aumento da prevalência de sub-relato em pessoas obesas fatores como insatisfação com a imagem corporal e desejo de ajuste social, que representam a tendência do indivíduo em fornecer uma resposta mais aceitável . Isso reforça os achados do presente estudo, em que os indivíduos insatisfeitos com o peso corporal apresentaram probabilidade 49% maior de sub-relatar do que os satisfeitos.

Dentre todas as características já estudadas, a obesidade é o maior indicador do sub-relato. Em indivíduos obesos, a discrepância entre a ingestão energética relatada e o gasto energético medido. Outra característica importante na predição do sub-relato é o gênero: mulheres sub-relatam seu consumo energético mais do que homens.

111111111

De forma geral, as “atitudes em relação à alimentação” parecem ser a explicação mais plausível para o sub-relato. A pressão social exercida sobre as mulheres (e mais recentemente sobre os homens) para que estas possuam a imagem corporal “ideal”, parece ser uma razão subjacente aos problemas relacionados ao relato da ingestão alimentar. Desta forma, as mulheres sentem-se incitadas a relatar o consumo alimentar considerado saudável e não o real.

Pode-se concluir que o sub-relato é um fenômeno complexo, envolvendo fatores morais, emocionais, sociais, físicos e cognitivos. Vários aspectos do sub-relato permanecem largamente inexplorados, comprometendo de forma significativa as inferências feitas a partir de estudos de avaliação do consumo alimentar. A interpretação destes, portanto, deve ser feita com cautela.

DICA DO NUTRI: quando procuramos um profissional para nos ajudar, é importante expor suas reais necessidades e dificuldades. O bom profissional não te julgará, nem fará cara feia ao você contar que a noite come 1 barra de chocolate, mas essa informação é importante para que ele possa te orientar estratégias práticas para sua necessidade. Ao saber dessas informações o nutricionista tem mais dados para trabalhar com seu cardápio, e esse chocolate muitas vezes nem será retirado do seu cardápio, mas sim melhor distribuído. Lembre-se: o nutricionista deve ser seu PARCEIRO no objetivo e não o visto como o PROIBIDOR de tudo que vocE^gosta de comer…

Referencia Cientifica:

http://www.scielo.br/pdf/csp/v30n3/0102-311X-csp-30-3-0663.pdf

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732003000400010


Me aceitar obesa e ser feliz?


images (2)

Será que existe obeso feliz?

Segundo a minha psicologa, não! Pois se a comida é usada para preencher algo ou algum sentimento, de fato você não está feliz com alguma coisa em você ou na sua vida. Muitos obesos se dizem felizes com o peso que estão e pode até ser verdade, até o momento que eles se olham no espelho ou o médico diz: você está com um problema de saúde sério, precisa se tratar.

Não é de hoje que a mídia, as revistas, os blogs, a TV, vendem que ser magro é ser aceito, é ser feliz, é ser saudável. Hoje existem muitos magros (com o IMC dentro do considerado saudável) que tem sérios problemas de saúde, e muitos deles por inadequação alimentar, pessoas magras por muitos momentos se permitem de mais e comem mais gordura, mas carboidratos e isso implica em colesterol, diabetes, hipertensão, etc…

Mas voltando a você que está acima do peso! Não é necessário que você atinja um peso imposto pela mídia, porem é importante que você veja o peso com outros olhos, os olhos da SAÚDE! Estar com um peso mais adequado te proporcionará pode realizar atividades físicas, se manter mais saudável, mais qualidade de vida, maior bem estar, menos chances de ser uma futura diabética, hipertensa, menos chances de desenvolver alguns tipos de canceres e tumores, melhorar seu sono e sim, melhorar também sua auto-estima e sua satisfação pessoal.

Não é preciso atingir esse peso ”saudável” em 1 ano, ele não precisa ter tempo para ser atingido, ele precisa ser atingido de acordo com sua vontade e para isso é muito importante procurar ajuda de profissionais que acompanhem sua trajetória como: médicos, nutricionistas, educadores físicos, psicólogos, psiquiatras, fisioterapeutas, entre outros que forem necessário para o seu objetivo.

Esses li num blog de uma colunista que ela obesa e que criticou as atitudes de uma apresentadora de TV dizendo que ela era feliz sendo obesa e que todos deveriam respeita-la dessa forma. SIM, nos temos que respeitar a todos como são e como querem ser. Esse texto apenas é para te trazer para uma auto-reflexão. Não precisa ter corpo de model ”angel” da novela, você precisa apenas adotar hábitos saudáveis para ter mais saúde e poder desfrutar da sua adolescência, fase adulta ou velhice com mais prazer e menos sofrimento. Hoje você pode estar acima do peso e pode começar a reverter isso agora mesmo, por saúde e não para entrar no vestidinho da loja do shopping.

Pense na sua saúde! Ela vale ouro! Com 75% da população morrendo por problemas cardiovasculares é minha obrigação dar o meu melhor como profissional e um direito seu de querer ser saudável!

images (1)


CREME DE CHOCOLATE COM ABACATE


enhanced-645-1400256417-13

CREME DE CHOCOLATE COM ABACATE

Ingredientes

½ abacate maduro
2 colheres de sopa de cacau em pó 70% (derretido no micro-ondas)
1 colher de sopa de adoçante culinário em pó
1 colher de café de essência de baunilha
5 colheres de sopa de leite de coco light ou iogirte natural desnatado

Modo de Preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador até ficar um creme homogênio. Porcionar em potinho e levar a geladeira por 3 horas antes de servir.


COOKIES DE BANANA COM AVEIA


COOKIES DE BANANA COM AVEIA

2 bananas grandes
1 xícara de farelo aveia

Adicione gotas de choco,coco ou nozes se preferir. Forno 15 min. polvilhe com canela ou cacau 70-100%.

10387688_843847462369275_1390099158932411906_n


CALDO VERDE LIGHT!


Ingredientes:

1 batata inglesa pequena
1/2 chuchu
2 folhas de couve (cortadas em tiras bem finas)
2 colheres de sopa de cebola ralada
1 dente de água
1 colher de chá de azeite extra virgem
40 gramas de frango ou patinho em cubos
500 ml de água.

Modo de preparo:

Colocar todos os ingredientes na panela e ligar o fogo, deixar cozinhar bem. Se quiser pode bater ou consumir em pedaços. Lembrando que comer em pedaços da mais saciedade que batida!


Sim, dizer NÃO também engorda!


No texto anterior quis trazer a reflexão para o número de permissões que faz na sua semana e que se de fato elas forem em maior frequência e todas com exageros os seus resultados podem ficar comprometido!

Hoje quero colocar você para uma reflexão bem simples e prática: Você já parou para pensar que dizer NÃO também engorda?

cl-familia-diga-nao

”Hoje está frio, NÃO vou treinar.”
”NÃO vou comer salada hoje, amanhã eu como.”
”NÃO tem problema comer apenas um desses.”
”NÃO é justo ela comer desse jeito e ser magra, hoje vou comer mesmo, amanhã eu volto.”
”NÃO vou comer salada enquanto todos comem o lanche com queijo, bacon, e batata fritas.”
”NÃO vou acordar mais cedo ou dormir mais tarde só para incluir um exercício na minha rotina.”
”NÃO vou ao nutricionista, ele vai dizer tudo que eu já sei.”
”NÃO preciso de ajuda.”
”NÃO vou perder 1 hora do meu domingo congelando minhas marmitas da semana.”
”Não preciso ser tão rigorosa, comer 3 vezes errado na semana não tem problema, fiz 4 vezes tudo certinho.”
”NÃO vou comer fruta de sobremesa, eu gosto mesmo de chocolate.”
”NÃO vou seguir essas orientações, esse nutricionista é louco.”
”Não… etc…

Pense que dizer não a praticas saudáveis é um fator negativo para seus resultados.

Por isso é importante haver um equilíbrio entre o SIM e o NÃO, saber dosa-los favorece qualquer resultado!


Bolinho proteico!


Essa receita é uma opção para os dias que você irá comer algo diferente a noite e quer compensar o dia com menos calorias e sem ficar com fome:

2 ovos inteiros
3 colheres de sopa de farelo de aveia
1 lata de atum light ou 70 gramas de frango desfiado

Misturar todos os ingredientes e colocar no microondas de 4 a 5 minutos.

Completar com uma deliciosa salada de folhas bem colorida e de preferencia orgânica!

10255948_10206759552168646_4138081009652113575_n


SIM, eu estou engordando porque digo SIM!


Esse texto serve para sua reflexão! É muito importante você sentar depois que lê-lo e rever algumas estratégias da sua rotina para te auxiliarem no seu objetivo! Lembrando que vou focar o texto na questão de ganho de gordura corporal (obesidade e sobrepeso).

Atualmente devido a mídia sensacionalista e alguns profissionais modistas (que nem sempre são nutricionistas), muitos associam que emagrecer é um processo chato, estressante, que nunca mais poderão comer doces, que não poderão ir em festas, etc… para muitos é um processo de tortura diário com sensações como fome, dor de cabeça, tonturas, queda de cabelo, unhas quebradiças, irritabilidade, fraqueza, moleza no corpo, etc… (e se você está com esses sintomas é porque está seguindo uma ‘dieta’ errada e inadequada para perda de peso, pois com reeducação alimentar esses sintomas nem passam perto das pacientes (afirmo e reafirmo isso).

Uma situação muito rotineira de todos são os eventos sociais, que em maior números são os aniversários, Happy hours, jantares em família, churrascos, entre outros mais… nossa eu preciso dizer NÃO para todos eles? se não conseguirei emagrecer? Minha sugestão é um pouco diferente. Não jogue a pergunta para o profissional, e sim para você mesmo/a refletir como:

– Estou satisfeita com os resultados que estou tendo na semana?
– Quero ter o mesmo resultado na outra semana que segui tudo corretamente?
– Estou preparada para me deparar com um resultados positivo na balança?
– Quantos eventos já tive essa semana? Será que vale a pena?

Bom, essas são as quatro perguntas básicas que você deve se responder. Em consultório eu entrego um material orientativo de como as pacientes devem se comportar em eventos sociais, e um deles seria a possível quantidade de alimentos que você poderia comer para não te atrapalhar no seu resultado. A questão não é dizer NÃO ao evento e sim, o quanto você pode comer e que essa quantidade não influenciará no seu peso. Todos podemos comer de tudo, mas de tudo na medida ideal para nossos resultados.

images (3)

Um outro ponto para reflexão e agora sim entrando no tema proposto, é a quantidade de SIM’s que você diz na sua semana que te atrapalham nos seus resultados. Exemplo: se você tem 3 eventos na semana e nos 3 eventos você come sem controle e não para de comer quando se sente satisfeita, possivelmente será uma semana sem resultados. Pois você disse SIM para praticamente metade da sua semana.

Sabe aquele SIM para o brigadeiro do vendedor de rua, o SIM para almoçar num lugar diferente, o SIM para um lanche no lugar no jantar, o SIM para uma porção a mais de macarrão, o SIM para o bolo recheado de sobremesa, o SIM para os 8 tipos de docinhos diferentes… você já parou para pensar que o número de SIM’s que você diz é diretamente proporcional aos seus resultados? (reflita).

Segundo o Intutite eating (comer intuitivo) quando nos aprendemos a ter o controle da nossa fome e detectar nosso ponto de saciedade, podemos nos permitir com maior frequência, pois quando comemos até o ponto de saciedade, quer dizer que comemos o que nosso corpo precisa, e nesse momento é preciso praticar o NÃO. Ou seja, você diz SIM para o evento, para seus amigos, para seus familiares, mas também diz NÃO ao exagero desnecessário! Lembre-se que vocÊ irá comer de três em três horas, então porque o exagero agora?

Nutrição comportamental, um novo conceito de se alimentar. Crie uma boa relação com o alimento e emagreça sem torturas e loucuras! Procure sempre um nutricionista!


Balança x Composição Corporal


Todos os dias vemos algo na internet, na televisão, nas revistas sobre emagrecimento. Anúncios muitas vezes absurdos e ousados que garantem mais de 1 kg na semana! Muitas pessoas tomam essas propagandas como verdade e se arriscam a estressar seu metabolismo seguindo tais prescrições! De fato, muitas delas ”emagrecem” rapidamente mesmo, porem a curto prazo e logo o peso volta (tema abordado na matéria porque eu volto a ganhar peso com dietas restritivas).

Mas quero entrar num assunto um pouco mais importante, um pouco mais profundo, pois perder peso não é simplesmente perder peso. Está envolvido nesse processo muitas questões familiares, sociais, psicológicas e metabólicas.

Quando pensamos em peso corporal, esse representa toda a sua distribuição da sua composição corporal sendo seu peso magro e seu peso em massa de gordura.

Uma situação muito comum é pessoas que resolvem mudar o estilo de vida e iniciam seus treinos em academias e ao mesmo tempo procuram um profissional nutricionista, nas primeiras semanas indivíduos sedentários conseguem ganhar um pouco de massa magra e ao mesmo eliminar gordura ao mesmo tempo, o que a longo prazo, são estratégias que precisam ser trabalhadas isoladamente. (essa regra vale apenas para sedentários que iniciam atividade física regular).

Como o objetivo geralmente é perder peso, e a motivação está em alta, muitas mulheres se pesam sempre nesse primeiro momento (quase todos os dias) e notam que o peso está o mesmo, ou que está oscilando para mais em alguns momentos. Nesse momento não se deve entrar em desespero, primeiro deve-se fazer uma pequena analise do seu empenho como:
– Será que estou fazendo tudo certo?
– Estou me hidratando bem (para não ter retenção e isso contribuir para meu peso estar maior)?

images (2)

Caso você responda que está tudo certo de fato, fica aqui minha dica, relaxe e NÃO perca o foco. Você possivelmente está perdendo medidas (você consegue ser que a calça está mais larga, as blusinha da academia está mais solta), então isso significa que alguma coisa está sendo perdida, concorda comigo?

Agora o fato da balança em alguns momentos apresentar o meso peso é pelo simples fato de gordura ter MAIS voluma e pesar menos que o músculo! Como mostra a imagem abaixo:

11541933_10206827849356033_1717071497913848230_n

Vamos analisar mais criticamente essa imagem: você consegue observar que a gordura é muito mais volumosa? E que por ter maior volume, exige muito mais estratégias mais ser oxidada (Queimada). E ao observar o músculo, ele é tão menor em relação a gordura porem tem o mesmo peso que ela. Por isso no inicio dos treinamentos é comum desenvolvermos massa magra com mais facilidade (mas mulheres, fiquem tranquilas, vocês não tem genética para ficar ganhando massa magra sempre, não vão ficar musculosas com os treinos padrões da sua academia, por isso não desista da musculação).

Ficou mais claro para você porque o peso não altera nas primeiras semanas? Depois dessas primeiras semanas, com a estagnação da evolução da massa magra, é natural que você comece a perder mais peso em balança e em gordura (desde que se alimente e treine adequadamente para isso). E lembre-se que se alimentar bem ajuda a manter massa magra e oxidar mais gordura. Perder massa magra como já explicado não é vantajoso para sua saúde e nem para o emagrecimento!