Não eliminei peso, ir ou não ao retorno!?


Não eliminei peso, ir ou não ao retorno!?
Devemos ter consciência de que mudar um estilo de vida é algo complexo, envolve muito mais que apenas comer frutas e legumes!
Ao iniciar o processo de reeducação alimentar, para algumas pessoas as estratégias são grandes desafios, justamente por te tirar de uma zona de conforto que te acompanha por anos ou desde que nasceu.
Devemos respeitar nosso tempo e iniciar estratégias que daremos conta de manter e não necessariamente seguir tudo que é sugerido em primeira consulta. Um degrau de cada vez!

Aliás isso é algo que é muito difícil de fazer quem procura um Nutricionista entender. Não é UMA consulta, UM cardápio, UM encontro que vai resolver o que você busca. É um acompanhamento.

Se você não eliminou peso, sinceramente não será motivo de repreensão ou julgamento. Nesse caso você deve ir sem dúvida alguma ao retorno para compartilhar com seu Nutricionista as suas dificuldades.
Ouvir de um paciente que não bebia água que agora ele bebe, que iniciou sua atividade física regular, que ele está mais disposto, com menos dores, experimentou alimentos novos, etc… É muito mais gratificante que ele subir na balança e ter uma super redução de peso!
Algumas mudanças não influenciam diretamente no peso, mas tem impacto muito mais positivo em sua saúde.
É importante compartilhar com seu Nutricionista suas maiores dificuldades para que possamos traçar e adotar novas estratégias.
Ficar adiando seu retorno por conta de não conseguir emagrecer só vai te manter mais ansioso e não vai dar resultado algum.

Os casos de maior sucesso são aqueles em que a pessoa não desiste!
Pense nisso!

Alimentação Saudável em casos de Hipertensão Arterial


A pressão alta é um mal silencioso. A ausência de sintomas atrapalha o diagnóstico e ele, muitas vezes, só é feito quando há complicações. A melhor maneira de descobrir se é hipertenso é aferindo a pressão com regularidade de, no mínimo, uma vez por ano. A hipertensão ocorre quando a pressão arterial está acima do limite considerado normal. Ou seja, quando a máxima está em 120 e a mínima em 80 milímetros de mercúrio, conhecido popularmente como 12 por 8.

Cerca de 25% da população brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade e a 5% de crianças e adolescentes no Brasil sofrem com a doença.

O sobrepeso e a obesidade, por exemplo, são fatores de risco para a pessoa desenvolver a hipertensão arterial. A ingestão excessiva de sal e o sedentarismo também. E apesar de não ser uma doença exclusivamente genética, se é mais comum na família, a pessoa sofre um risco aumentado de ter pressão alta”.

Sódio

O sódio regula a quantidade de líquidos que ficam dentro e fora das células. Quando há excesso do nutriente no sangue, ocorre uma alteração no equilíbrio entre esses líquidos sobrecarregando o coração e os rins, situação que pode levar à hipertensão.

Se o consumo for reduzido para a recomendação diária da Organização Mundial de Saúde (OMS), a ingestão deve ser reduzida para menos de 5g por pessoa diariamente. Estima-se que 1,5 milhão de brasileiros não precisariam de medicação para hipertensão e a expectativa de vida seria aumentada em até quatro anos. FONTE: http://www.brasil.gov.br/…/dia-nacional-de-combate-a-hipert…

 

 

PREFERIR

  • Manter o peso adequado;
  • Carnes magras em preparações assadas, grelhadas ou cozidas;
  • Leite/iogurte/coalhada desnatados, queijos brancos;
  • Óleos vegetais: soja, azeite, milho, girassol;
  • Alimentos ricos em potássio: inhame, feijão preto, lentilha, abóbora, cenoura, chicória, couve-flor, vagem, espinafre, nabo, rabanete, abacate, ameixa, laranja, mamão, maracujá;
  • Temperos como alho, salsa, coentro, cebola, cobolinha, orégano, limão e louro no lugar do sal;
  • Peixes gordos: sardinha, atum, cavala, salmão, arenque;
  • Semente de linhaça dourada (2 colheres de sopa/dia): fonte de Omega-3;
  • Aipim, inhame, batata-doce, pão integral;
  • Alimentos ricos em magnésio: couve, salsa, espinafre, gérmen de trigo, pão integral, nozes, Amêndoas;
  • Ler rótulos dos alimentos industrializados evitando alto teores de sódio e cloreto de sódio;

 

EVITAR

  • Carnes gordas e frituras;
  • Enlatados: molhos de tomate, azeitonas, picles, salsichas;
  • Embutidos: linguiça, mortadela, salame, apresuntado, calabresa;
  • Salgados: carne-seca, toucinho, bacon, aves/peixe defumados;
  • Caldo de carne, galinha, legumes, bacon ou temperos prontos, sopas desidratadas;
  • Leite integral ou desnatado em pó, leite/coalhada/iogurtes integrais, queijos amarelos, cremosos, nata;
  • Produtos industrializados contendo sódio: bicarbonato de sódio, fosfato de sódio, glutamato monossódico, hidróxido de sódio, sulfato de sódio, propionato de sódio, ciclamato e sacarina sódica;
  • Estimulantes: café, chá preto, chá mate, guaraná natural, refrigerantes a base de cola;
  • Antiácidos sem prescrição médica;
  • Alimentos dietéticos em excesso

FONTE: Manual de Nutrição Clínica 2010.

DICAS PARA IR AO SUPERMERCADO!


DICAS PARA IR AO SUPERMERCADO!

mercado 8

 

1) Planeje as compras

Produtos de limpeza podem ser comprados com uma periodicidade maior, em torno de um mês entre uma compra e outra. O intervalo ideal para abastecer o congelador com as carnes é de 15 dias. Já os produtos in natura, como frutas e vegetais – imprescindíveis para dar saúde às refeições – precisam ser adquiridos semanalmente. Por isso, faça uma programação para as compras mensais e semanais.

2) Faça cardápios em vez de listas

Para evitar o desperdício, o ideal é fazer cardápios das refeições feitas em casa, sendo o café da manhã e o jantar as mais frequentes. “Não adianta comprar uma variedade imensa de legumes e frutas que vão estragar’’. Em cada semana, o ideal são dois tipos de legumes, três variedades de verduras e seis de frutas, que podem aumentar ou diminuir de acordo com o número de pessoas que dividem a residência. Antes de ir ao mercado, pense em cardápios variados para todos os dias da semana. Com a receita em mãos, é mais fácil acertar na quantidade e na variedade.

3) Prefira sempre alimentos in natura

As especialistas sabem que os produtos industrializados facilitam a vida de quem trabalha fora de casa. “Os sucos prontos, por exemplo, podem ser uma opção para levar de lanche. O que não pode é todo líquido ingerido ser artificial. É preciso mesclar. A mesma regra vale para as refeições. Se você vai usar uma mistura pronta, faça saladas verdes e coloridas. Se o café da manhã terá bolo já preparado, enriqueça com um suco de frutas natural.

4) Não faça compras com fome

Segundo a equipe do Vigilante do Peso, ao fazer compras com fome você fica sujeito a desejos súbitos e compras por impulso. Para administrar o estilo de vida que você quer, saia para fazer compras depois do almoço ou do jantar. Vale também fazer um lanche rápido para não cair na tentação.

5) Atenção ao que é diet e light

Para quem está de dieta, cuidado com a definições de diet e light. Um exemplo: o chocolate diet é produzido sem açúcar, ideal para diabéticos, mas pode ser mais rico em calorias do que a versão convencional. Já os ligths têm menos valor energético. “Isso não significa que eles podem ser consumidos de forma irrestrita. Para valerem como substituição, estes produtos devem ser consumidos moderadamente”.

6) Cuidado com as promoções

A tentação de comprar doces, bolachas e outros alimentos calóricos fica ainda maior caso os produtos engordativos estejam em promoção. Não caia nessa. Você pode até economizar financeiramente, mas a saúde e os ponteiros da balança serão comprometidos.

 

 

 

7) Leve as crianças, mas para fazer educação nutricional

Os pequenos são apontados como os grandes motivos da compra de guloseimas no supermercado. “Leve as crianças e ensina-las a escolher frutas e legumes coloridos, explicando a elas os motivos para deixar os biscoitos nas prateleiras”.

8) Leia os rótulos (inteiros)

Atenção aos rótulos. Eles indicam mais do que calorias, mas também quantidade de sódio, fibras e gordura trans dos produtos. Outro alerta da nutricionista Viviane é que as informações calóricas, por exemplo, falam sobre uma quantidade menor do produto e não a quantidade total. Fique atento a esse detalhe.

9) Cautela com embalagens “tamanho família”

A estratégia é para economizar, mas as vezes o efeito é inverso (em especial na balança). Como em geral a quantidade comprada é bem superior ao necessário, com a desculpa de não estragar ou deixar vencer, as pessoas acabam consumindo mais do que deveriam.

10) Atenção ao humor e o efeito “Eu mereço”

Ir ao supermercado de mau humor, bravo ou após um dia estafante no trabalho é prejudicial como fazer compras com fome. Fugir destas sensações não é fácil, mas cautela com o efeito “eu mereço” na hora de comprar doces, chocolates ou qualquer outra guloseima. Antes de procurar o excesso de açúcar, conheça.

 

11) Fuja dos temperos prontos

Eles facilitam a vida na hora de cozinhar os alimentos, mas são verdadeiras bombas de sódio e ainda acrescentam calorias extras à comida. A orientação dos nutricionistas é priorizar os temperos naturais, como as ervas, que agregam sabores diferenciados aos pratos

12) Fazer compras é um compromisso com você

Determine dias e horários específicos e vá ao mercado, faça disso sua rotina, não se permita ficar adiando as idas ao mercado para conseguir comprar tudo que foi planejado e não se perder durante a semana no seu plano alimentar.

MASSA DE PIZZA INTEGRAL COM QUINOA


12961579_10209003088295647_1013148161999763953_n

 

Ingredientes

½ xícara de quinoa

2/3 xícara de farinha integral de sua preferencia (aveia, chia, quinoa, amaranto, linhaça, etc…)
1 colher de sopa de azeite
1 xícara de água (para hidratar a quinoa)
1 ovo
4 dentes de alho triturado
tempero de sua preferência
½ xícara de queijo da sua escolha ou o recheio que preferir

12936653_10209003086655606_4268974241316571159_n

Modo de preparo

Prepare a quinoa da maneira que preferir e reserve. Em um recipiente coloque o azeite, o alho triturado,o ovo, o sal e a pimenta, acrescente a quinoa e a farinha e misture bem. Com a ajuda das mãos espalhe a massa sobre uma assadeira (colocar papel manteiga) e leve-a ao forno pré-aquecido a 180º por cerca de 15 minutos ou até ficar dourada. Retire do forno e coloque o recheio que quiser, volte a receita ao forno por mais 5 – 10 minutinhos e sirva.

 

Rechear a gosto!

 

DICA: essa massa pode ser utilizada de manhã no seu café como pão integral! (pode ser feita no microondas – de 3 a 5 minutos).

Seja respeitoso com o estilo de vida dos seus amigos…


Seja respeitoso com o estilo de vida dos seus amigos…

Hoje o Brasil apresenta números altíssimos de sobrepeso (56%) e obesidade (+20%) segundo dados do IBGE. Com esse simples dado temos que ter consciência que 56% das pessoas a sua volta estão com o peso além do que queriam ou deveriam estar, você concorda?

Sendo assim, sabe aquele sábado que você marca um jantar na sua casa e reúne todos seus amigos e familiares? Saiba que pelo menos metade deles, pode estar preocupado com a saúde e estar no momento de querer cuidar mais da sua alimentação. E o que você tem a ver com isso?

Como bom anfitrião, é importante querermos agradar todos nossos convidados, certo? Para quem busca o emagrecimento hoje, uma das maiores dificuldades e se controlar em meio social, devido a insistência da oferta de alimentos mais calóricos…

Como bom anfitrião, por exemplo: se você for servir uma feijoada, ótimo, não precisa mudar o menu por conta dos seus convidados, mas então, que tal servir uma salada bem colorida e variada como entrada, também sobre a mesa além do refrigerante, que tal uma água com gás aromatizada, etc…

Isso deixará seu evento muito mais prazeroso e agradável para quem está buscando emagrecer e não mudará em nada o propósito do evento, concorda? Muitas vezes não reconhecemos o TANTO está difícil para nosso amigo que está na R.A dizer não para algumas coisas, e por alguns momentos ele perde o controle e comer além do normal. No dia seguinte ele acorda triste, deprimido, etc… por ter se permitido além do necessário.

Então, será que é tão deselegante um anfitrião pensar um pouco mais abertamente, quantas vezes você fez isso e nem se deu conta? Reflita!

Panqueca com calda de chocolate


Panqueca com calda de chocolate.

1 xícara de café de farinha de aveia
1 xícara de café de açúcar (demerara, mascavo, light)
1 xícara de café de leite desnatado
1 ovo pequeno
Misturar tudo e colocar no microondas por 3 minutos.

12923216_10208924105041115_5167196635104573554_n

 

Calda: em um copo normal misturar (não precisa ir ao fogo)
1 colher de sopa de achocolato gold
2 colheres de sopa de leite desnatado

Para acompanhar cortei uma banana em cubos e polvilhei sementes de chia e aveia. Emoticon grin

‪#‎Nutrição‬ ‪#‎Panquecas‬ ‪#‎Esportiva‬ ‪#‎RodolfoNutricionista‬ ‪#‎Chocolate‬