Terapia Cognitivo-Comportamental em Grupos de Emagrecimento!


A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) é apontada como uma estratégia bastante eficaz no tratamento da obesidade. Indivíduos com excesso de peso têm maior risco de desenvolver uma série de doenças e condições médicas, além de associar-se a vários estressores interpessoais.

 

A TCC foi criada por Aaron Beck em 1956 e posteriormente adaptada por pesquisadores do mundo inteiro, para ser utilizada em inúmeros transtornos e problemas psicológicos. Vários estudos demonstram que a TCC auxilia pessoas que enfrentam as mais diversas adversidades, incluindo depressão, ansiedade, transtornos alimentares, obesidade, tabagismo e comportamentos adictos (Rangé et al., 2011). Grande parte dos indivíduos que emagrecem devido à dieta começa a recuperar os quilos perdidos dentro de um ano. Poucos são os tratamentos médicos desenvolvidos para amenizar esses problemas e aqueles que existem apresentam desvantagens consideráveis. Neste sentido, medicamentos podem ser eficazes em curto prazo, mas provocam efeitos colaterais indesejáveis. Além disso, as pessoas tendem a engordar novamente ao interromperem essa forma de tratamento (Massuia, Bruno e Silva, 2008).

A “dieta definitiva de Beck” proposta por Judith Beck (2009) também foi desenvolvida para proporcionar um emagrecimento saudável e duradouro. Baseado em técnicas cognitivas e comportamentais, esse programa auxilia os indivíduos a modificarem a forma como lidam com a alimentação, adquirindo pensamentos, sentimentos e comportamentos mais funcionais e modificando a relação que estabelecem com a comida.

A revisão da literatura efetuada por Bernardi, Cichelero e Vitolo (2005) sugere que tratamentos de redução de peso tenham caráter interdisciplinar, seja em âmbito individual ou grupal, visando facilitar o entendimento da estrutura biopsicossocial que compõe o fenômeno da obesidade. Neste sentido, a TCC é apontada como uma estratégia bastante eficaz, sendo considerada pelos autores interligada ao tratamento da obesidade.


CANELONE VEGETARIANO (sem glúten)


CANELONE VEGETARIANO (sem glúten)

Massa:
1 ovo inteiro
1 cenoura grande ralada fino
½ abobrinha sem casca ralada médio
temperos a gosto

13631659_1171902309517840_1609762313344125144_n
Recheio:
½ ricota
2 colheres de sopa de semente de chia hidratadas
temperos a gosto

Modo de preparo:
Depois de ralar a cenoura e abobrinha, misturar bem leve o ovo mexido. Espalhar a massa em uma assadeira forrada com papel manteiga na espessura desejada. Assar em forno médio 180C por 20 minutos. Depois de assado cortar a massas em quadrados e rechear com a ricota, e levar ao forno novamente para gratinar por 10 minutos. Servir quente.

 

DICA: para tirar o papel manteiga, corte em quatro partes e comece puxando de dentro para fora o papel e com calma. Pois se começar de fora para dentro, como a massa estará mais fina e mais crocante, pode quebrar mais.


Comi demais, e agora?


Comi demais, e agora?

 

Essa se responde com outra pergunta e a resposta depende de você:

1º Você quer continuar emagrecendo ou mantendo os resultados atingidos até agora?

2º Você quer ganhar todo o seu peso eliminado por conta dessa refeição?

 

Respondeu as duas perguntas acima?

 

Caso você tenha respondido que quer manter os resultados e ainda continuar emagrecendo eu tenho uma boa noticia para você! UMA ÚNICA REFEIÇÃO NÃO É CAPAZ DE TE ENGORDAR E ATRAPALHAR SEU OBJETIVO! O que vai de fato fazer você ganhar peso é a sua atitude diante do ter comido algo a mais do que queria ou algo diferente do planejado. Essa atitude é algo que muitos não dão conta, mas é um comportamento autorizado pelo pensamento sabotador – ”já que comi mesmo, vou aproveitar” – ”Agora que comi, amanhã volto com tudo”, etc… e você tem o comportamento de continuar comendo sem critérios o restante do seu dia… (já passou por isso?).

Não é um creme sair do planejamento hora ou outra, nem o fim do mundo você comer um pedaço de bolo, chocolate, torta, seja lá o que for, desde que você coma com consciência, aproveitando o prazer e satisfação que esse alimento te proporciona e após isso a vida continua normalmente.

Se você ia almoçar: salada, legumes, verduras, arroz integral, feijão e filé de frango.. e por algum motivo comeu lasanha, relaxe. A lasanha não vai te engordar e nem aumentar seu colesterol (por ter comido ela hoje), nesse caso evite comer sobremesas, tormar bebidas açucaradas junto ao prato, e o mais importante – seu dia continua NORMALMENTE, café da manhã, lanche, LASANHA, lanche da tarde (planejado), jantar (planejado), ceia (Planejado)…  o que atrapalharia seu objetivo e te faria sentir incapaz é se sabotar o dia todo por uma simples escolha, que acontece com todos…

 

Gostou do texto? Compartilhe meu site…

 

Acesse minha Fanpage: Rodolfo Scatolon Nutricionista

Acesse também: wwwdespertesemagra.co.br (grupo de emagrecimento com suporte nutricional e psicologico).


MONTANDO SUA SALADA DO DIA-A-DIA


MONTANDO SUA SALADA DO DIA-A-DIA

 

Escolher 2 folhas de base:

Alface, alface roxa, chicória, rúcula, folhas de mostarda, repolho branco ou roxo, couve, almeirão…

 

Escolher 1 legumes cru (ralado):

Nabo, rabanete, cenoura, beterraba, cebola, pepino…

 

Escolher 1 acompanhamento:

1 palmito, 1 colher de sopa de ervilhas frescas congeladas, 1 colher de grão de bico, 4 champignon, 3 azeitonas, 5 mini cebolas em conversa, 2 cogumelos…

 asasas

LEMBRE-SE:

  • Iniciar suas refeições pela salada e depois os pratos quentes (montar no mesmo prato)

 

  • Temperar sua salada com 1 colher rasa de sopa de azeite extra virgem, limão ou vinagre e sal de ervas ou Himalaia.

 

  • Nos dias que comer legumes cozidos como (batata, batata doce, nhame, mandioca, mandioquinha) diminuir ou substituir pela porção de carboidrato do prato.

 

  • Quando comprar seu azeite aromatize para dar mais sabor a sua salada: é só colocar dentro do vidro folhas de ervas fresca como alecrim, manjericão, pedaços de gengibre e use como de costume.

BOLO DE BANANA SEM FARINHA


BOLO DE BANANA SEM FARINHA

13344729_1133128130061925_1474948724914388607_n

Ingredientes

2 xícaras de aveia
1 colher (sopa) cheia de fermento
4 bananas bem maduras
3 ovos
1/3 xícara de óleo vegetal – milho, gerassol etc…
1 colher de canela em pó

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno em temperatura média (180ºC) e unte uma forma pequena com buraco no meio. Misture a aveia com o fermento numa tigela pequena. Bata no liquidificador todos os ingredientes, deixando a aveia por último. Se necessário, transfira para uma tigela e mexa à mão. Despeje a massa na forma e leve ao forno por cerca de 20-25 minutos, ou até dourar. Deixe esfriar por uns 20 minutos antes de desenformar e servir.


Final de semana chegou, você já se planejou?


Final de semana chegou, você já se planejou?

Um dos erros mais comuns que atrapalham ou desmotivam as pessoas nos finais de semana é subir na balança segunda-feira e ver que subiram algumas gramas (nunca sugiro pacientes se pesar na segunda). E então o final de semana ganha o título de ”grande vilão”, porem quero te trazer para uma reflexão…

Será que é a pizza que você come a noite que está te engordando?
Será que é a festinha de aniversário da sua amiga?
Será que o lanche do carrinho que você comprou?

E se eu te disser que é o que você fez antes da pizza, do lanche ou da festa que é de fato o que te atrapalhou?

Analise mais criteriosamente se você tem pensamentos como:
”Já que a noite tem festa mesmo, vou comer o sábado todo qualquer coisa, é dia do lixo, eu mereço mesmo”… entre outros…

Se você comer a quantidade suficiente de pizza/lanche/salgadinhos, seriam eles os grandes causadores das gramas a mais? Reflita e deixe seu final de semana mais leve e livre de julgamentos… você ter um café da manhã normal como durante a semana já que a noite irá se permitir, não é mesmo?


RISOTO DE CENOURA E BRÓCOLIS


Risoto de Cenoura e Brócolis

Rende: 2 porções

risotoooo 01

Ingredientes

1 cebola pequena
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite
1 tomate cortado em cubos
2 cenouras médias raladas
2 xícaras de chá de brócolis cozido e picado
2 xícaras de chá de arroz integral cozido
1 colher de sopa de farelo de aveia
cheiro-verde a gosto

Modo de Preparo

Refogue a cebola e o alho no azeite, adicione o tomate e deixe em fogo baixo por 3 minutos. Acrescente a cenoura, o brócolis e duas xícaras de chá de água. Deixe cozinhar por cerca de 8 minutos. Acrescente o arroz e o farelo de aveia, cozinhe por mais 3 minutos e apague o fogo. Salpique o cheiro-verde e sirva em seguida.