ATUAÇÃO DO NUTRICIONISTA EM GRUPOS DE EMAGRECIMENTO!


ATENÇÃO NUTRICIONISTAS E ESTUDANTES DE NUTRIÇÃO de Limeira…

A pedidos estarei ministrando meu curso sobre grupos de emagrecimento que engloba dicas e estratégias comportamentais baseadas em Nutrição Comportamental e Pense Magro que ajudam também no atendimento clínico diferenciado e eficaz.

O curso será ministrado em formato mesa redonda na Clínica mesmo e será disponibilizado todas as estratégias e técnicas, curso bem prático.

Estou com duas datas disponíveis a decidir dependendo com as inscritas, final de julho ou inicio de agosto. Interessadas enviar inbox.

Investimento: Estudantes de Nutrição ou Psicologia R$120,00
e Profissionais R$160,00 – incluso material, fichas e técnicas, coffee e brindes dos patrocinadores.

Caso tenha interesse no módulo On-line, tenho disponibilidade via Skype, caso Nutris de fora tenham interesse.

Cronograma do curso

– A obesidade no mundo e no Brasil e no mundo

– A principais causas dos números alarmantes de sobrepeso e obesidade atuais e os principais problemas de saúde gerados pela obesidade

– Tratamentos para controle da obesidade: cirurgia bariátrica, medicamentos, acompanhamento nutricional, acompanhamento psicológico, terapia em grupo e atividade física. (Discussão sobre a eficácia).

– Aconselhamento nutricional no tratamento da obesidade – Terapeuta Nutricional – Postura, como se comportar, supervisão, casos clínicos, etc…

– A terapia cognitiva comportamental: pensamentos disfuncionais que o obeso apresenta, como ajuda-lo a reverte-los e identifica-los.

– Pensamentos Sabotadores que atrapalham o paciente obeso a atingir seu objetivo.

– O insucesso da perda de peso (culpa paciente ou do profissional – reflexão).

– A frustração dos pacientes e dos profissionais (como reagir) – se motivar e motivar seu paciente a atingir o objetivo.

– O sofrimento físico, emocional e de auto imagem que atrapalham o obeso no processo de perde de peso (compreender para poder ter uma postura em consultório mais humana e prática – evitar o julgamento e pensamento de falta de força de vontade).

– Depressão na Obesidade.

– Citações científicas sobre o acompanhamento em grupos de emagrecimento e discussões.

– Mindfulness na prática do nutricionista – como aplicar?

– Intuitive eating na prática clínica e em grupos

– Técnicas específicas de como evitar as frustrações, planejamento alimentar, prevenção do deslize, auto monitoramento, entre outras distribuída passo a passo durante o curso.

Segunda parte: PRÁTICA

– Como montar seu grupo de emagrecimento: O que eu preciso para começar?

– Quais profissionais devem fazer parte e qual a função de cada um deles – tempo ideal para as abordagens.

– Palestras a serem ministradas (sugestões de temas e abordagem com o paciente).

– Marketing do grupo: como divulgar, onde divulgar, valores, carga horária, tempo de duração, local, etc…

– Passo a passo das atividades realizadas semanalmente pelo nutricionista.

– Dificuldades encontradas por mim durante esses 3 anos de abordagem com grupos de emagrecimento.

– Situações práticas e dúvidas dos pacientes, como reagir.

– Conduta nutricional em grupos: cardápios, cálculos, dicas e sugestões, dicas, etc…

– Supervisão além do grupo presencial: a importância e eficácia no processo.

 

 

DURAÇÃO: 7 horas (com intervalos de 15 minutos e 1h e  00min almoço). 8:00 as 12:00 e das 13:00 as 17:30

O curso destinado a nutricionistas e psicólogos (e estudantes) que tem interesse em atuar ou com grupos de emagrecimento, além de compreender o obeso como um ser rico em complexidades físicas, biológicas e psicológicas e como dar um atendimento mais eficaz e tenha melhor adesão a logo prazo.

O bolo tinha glúten, lactose, farinha de trigo… e agora?


Bolo de chocolate com brigadeiro e um outro creme delicioso…

Esse bolo estava delicioso! Mas no lugar de comer correndo para repetir e comer outro pedaço que teria o mesmo sabor, fiz que esse pedaço durasse o tempo necessário para que saísse da mesa pleno e satisfeito por ter comido esse bolo…

Eu gosto de postar esse tipo de REALIDADE pois esse era o aniversário de um amigo, esse bolo não era nada light, e dificilmente alguém serve bolo light nessa ocasião. Mesmo comendo um bolo com glúten, lactose, farinha branca, gozo de plena saúde física e mental.

Não existe alimento proibido quando se tem saúde, desde que usemos do equilíbrio e planejamento. Eu não como bolo todo dia e nem toda semana, mas em festas sim, e oriento meus pacientes ao mesmo…

Um dia de muito equilíbrio, leveza e consciência…

NUGUETES DE FRANGO FUNCIONAL


Nuggets de Frango Funcional:

 

100g de peito de frango

1 colher de cebola

1 pitada de salsinha

1 colher de sopa de cenoura ralada

Sal e pimenta-do-reino a gosto

1 colher de café de farinha de aveia

1 ovo batido até dar o ponto

1 colher de café de azeite extra virgem.

Para empanar:

3 colheres de sopa de aveia em flocos

2 colheres de sopa de farinha de linhaça

1 colher de café de cúrcuma/açafrão em pó.

 

Triture o peito de frango, a cebola e a salsa no processador. Em seguida rale a cenoura e misture com o frango já triturado. Tempere a mistura com sal e pimenta e acrescente 1 colher de sopa de farinha de aveia. Modele a mistura no formato de nuggets e passe no ovo batido e na farinha para empanar. Na sequência unte uma assadeira com azeite e posicione os nuggets, dando espaço entre um e outro. Asse em forno pré-aquecido por 20 minutos, virando os nuggets na metade do tempo para que dourem por igual dos dois lados.

 

O SEGREDO DO EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL!


O SEGREDO DO EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL:

Como afirma a psicologa do Desperte-se Magra Limeira, Thais Rodrigues Psicologa, o segredo do emagrecimento saudável e DURADOURO está na pessoa reconhecer que este é um PROCESSO e isso significa que ele tem começo, meio, fim e no caso do emagrecimento MANUTENÇÃO!

Ninguém dorme magro e acorda acima do peso desejado. As gramas vão aumentando, aumentando, as roupas mudando de número e do nada quando você entra na loja e vê que não tem mais roupas do seu tamanho você se desespera e quer da noite para o dia voltar ao corpo de meses ou anos atrás.

Qualquer processo (seja em consultório, em grupos, via internet, etc…) que faça você ter resultados muito rápidos em eliminação de peso, tem 95% de chances de fracassar, isso é o que as novas pesquisas mostram. Isso que eu mais vejo em consultório TODOS os dias.

É importante você traçar metas melhores semanais e mensais e ter consciência que seu processo de mudança de estilo de vida e emagrecimento deve levar alguns meses e por que não anos?

Esperar muito em pouco tempo só aumenta sentimentos de frustração e fracasso que a longo prazo são extremamente prejudiciais a sua saúde mental. (isso é muito sério).

E sempre busque algo que seja SUSTENTÁVEL. A pergunta para o que você vai iniciar deve ser:
– Isso que eu vou começar para emagrecer, vou conseguir manter para sempre? Se a resposta for sim, vá em frente. Se você ficar na dúvida, repense e analise a melhor estratégia.

SEMPRE BUSQUE AUXILIO DE UM NUTRICIONISTA!

Rodolfo Scatolon Nutricionista

SAL DO HIMALAIA


O que muda ​na​ composição ​do sal rosa ​em relação a nutrientes, comparado ao sal normal?

– A única diferença real entre eles que seja significava para nos é a cor. Pois mesmo ele apresentando algumas vitaminas e minerais, as mesmas são em baixíssimas concentrações, consideradas insignificantes e jamais atenderia uma adequada reposição por falta de nutrientes não atingida por outros alimentos.

 

Ele é realmente melhor que o sal branco?​

Não. Na minha opinião o sal marinho é a melhor opção pois é o menos processado e apresenta quantidades de iodo, mineral importante para a adequada função da nossa tireoide. O sal rosa apresenta deficiência nesse mineral, o que não o torna melhor.

 

O sal rosa possui muito mais minerais que o sal refinado em sua composição?

– Sim, porem como mencionado acima, em quantidade mínimas que não suprem as nossas necessidades diárias. Caso esperássemos isso do sal, atingiríamos a quantidade de sódio muito alta, causando outros problemas de saúde futuros.

Importante lembrar que segundo pesquisa realizada em 2017 por um grande  universidade Brasileira, para cada 1 gramas de sal marinho temos 400 mh de sódio e no sal rosa 360 mg, ou seja, uma ilusão achar que ele é liberado por ter ‘’menos sódio’’ como as pessoas estão o vendendo.

Muitas pessoas estão trocando o sal branco pelo chamado sal do Himalaia, tal mudança é benéfica?

– Considerando a baixa concentração de iodo presente no sal rosa e que nos pelo sal marinho garantimos as quantidades adequadas, a curto prazo não vejo que ele pode ser prejudicial, mas como todo ALIMENTO DA MODA os reais efeitos aparecem  com as pessoas que se iludem com as suas promessas, tornando-se cobaias, e somente futuramente podemos afirmar se é realmente um boa troca. Mas deixo a reflexão que o sal marinho sempre foi consumido e nas quantidades adequadas nunca teremos problemas relacionados ao seu uso.

Qual a orientação ​p​ara o uso deste sal pelos brasileiros?

– De acordo com o Guia de Alimentar para a População Brasileira o consumo de sal marinho adicional é de 5 gramas totais (que apresenta em média 1700 mg de sódio), lembrando que esse sódio é o mesmo presente nos produtos industrializados, enlatados, embutidos. Sendo assim as 5 gramas de sal marinho seriam apenas em sal branco, mas temos que considerar o consumo desses alimentos e reduzir o sal adicional caso haja consumo exagerado.

Ha alguma advertência?

– O excesso de sódio total diário na alimentação a longo prazo trás sério problemas de pressão arterial e renal. Além de pessoas que consomem o mineral em grandes quantidades apresentam maior retenção de líquidos.

Como deve ser feito seu uso, caso seja recomendado?

– Seguindo a recomendação do ministério da saúde devemos usar até 1 colher de sopa rasa de sal adicional por dia.

E sempre verificar nos rótulos dos alimentos na coluna VD% o percentual total de sódio por porção do alimento. Esse VD% representa o quanto em porcentagem do sal está presente na porção consumida. Exemplo: bolacha com VD% de 10% significa que na porção temos 170 mg que representa 1/10 da quantidade ideal de consumo diário. Quem se alimenta basicamente de industrializados a soma dos VD% não deveriam ultrapassar 100% (lembrando que o sal branco que colocamos na comida deve ser somado), IMPORTANTE lembrar que esse exemplo estou apenas colocando a questão do sódio, mas ter uma alimentação baseada apenas em industrializados não se trona benéfica apenas pelo consumo de sódio. (isso é assunto para outro texto).

Há algum cuidado a tomar?

– Temos sempre que tomar cuidado com as propagandas de lojas e pessoas que vedem certos produtos. Não existe alimentos milagroso como as empresas vendem. Nenhum alimentos sozinho tem capacidade de promover saúde ISOLADAMENTE, porem em grandes quantidades podem trazer sério problemas a saúde. É muito importante quando vermos certos novos alimentos serem anunciados, ESPERAR termos evidencias científicas de que ele realmente é saudável.

PORQUE VOCÊ QUER EMAGRECER?


Quando trazemos consciência a qualquer aspecto da vida, semeamos benefícios, pois a consciência nos diz como andam as coisas…

Durante o processo de emagrecimento as vezes nos sabotamos ou perdemos a motivação por NÃO SABERMOS AO CERTO O QUE QUEREMOS, é preciso saber o que queremos com o processo a curto, médio e longo prazo, do contrario acabamos nos sabotando…

Uma técnica aparentemente simples (mas que exige muito do nosso autoconhecimento) é sentar por minutos do seu dia e se responder: PORQUE EU QUERO SER MAGRA? PORQUE EU QUERO EMAGRECER? PORQUE EU QUERO TER UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL?

Simplesmente quando usamos o EMAGRECIMENTO como motivo, nosso cérebro acaba nos sabotando.

EXEMPLOS: PORQUE EU QUERO EMAGRECER?

Exemplo 1: quero conseguir amarrar meus tênis sozinho, sem precisar da ajuda de terceiros, pois me incomoda o fato de não conseguir fazer atividades simples do meu dia-a-dia.

Exemplo 2: para usar roupas de tamanho menores, pois toda vez que uso as atuais elas ficam apertadas e minhas gorduras ficam mais visíveis e isso me incomoda.

Exemplo 3: para que meus exames de sangue tenham melhoras nos marcadores alterados e com essa melhora, que eu chegue na terceira idade sem precisar usar medicamentos e ter mais qualidade de vida…

Esses são apenas exemplos… mas é IMPORTANTE você detalhar os motivos. Não usar apenas, EXAMES, ROUPAS MENORES, AMARRAR O SAPATO, quando mais detalhes você der, maior será a sua lembrança e suas respostas a tomada de decisões.

Seu psicologo e/ou seu nutricionista comportamental podem te ajudar a definir esses motivos. É importante ter ajuda nessa técnica.

(Texto Adaptado do livro – Você tem fome do que? e Pense Magro – por Rodolfo Scatolon Nutricionista)