Todas as publicações por Rodolfo

Agendamentos via whatsapp (19) 99188-5486 ou diretamente pela inbox da Fanpage Atendimento com foco em Reeducação Alimentar, Nutrição Comportamental e Pense Magro. Durante as visitas vamos aprender a ter uma alimentação balanceada e equilibrada que te permitirá comer TODOS os dias de alimentos, usando as estratégias de planejamento e frequência. Durante o acompanhamento sempre são usadas estratégias e técnicas Penso Magro e de Comportamento alimentar, para que você mude a visão sobre a alimentação e nutrição na sua rotina. Tudo que é abordado é possível de ser seguido e se tornar de fato um ESTILO DE VIDA onde você poderá ter vida social NORMAL, comer coisas SIMPLES e saudáveis, com alimentos do dia-a-dia... Venha conhecer minha proposta de Trabalho.

SAL DO HIMALAIA


O que muda ​na​ composição ​do sal rosa ​em relação a nutrientes, comparado ao sal normal?

– A única diferença real entre eles que seja significava para nos é a cor. Pois mesmo ele apresentando algumas vitaminas e minerais, as mesmas são em baixíssimas concentrações, consideradas insignificantes e jamais atenderia uma adequada reposição por falta de nutrientes não atingida por outros alimentos.

 

Ele é realmente melhor que o sal branco?​

Não. Na minha opinião o sal marinho é a melhor opção pois é o menos processado e apresenta quantidades de iodo, mineral importante para a adequada função da nossa tireoide. O sal rosa apresenta deficiência nesse mineral, o que não o torna melhor.

 

O sal rosa possui muito mais minerais que o sal refinado em sua composição?

– Sim, porem como mencionado acima, em quantidade mínimas que não suprem as nossas necessidades diárias. Caso esperássemos isso do sal, atingiríamos a quantidade de sódio muito alta, causando outros problemas de saúde futuros.

Importante lembrar que segundo pesquisa realizada em 2017 por um grande  universidade Brasileira, para cada 1 gramas de sal marinho temos 400 mh de sódio e no sal rosa 360 mg, ou seja, uma ilusão achar que ele é liberado por ter ‘’menos sódio’’ como as pessoas estão o vendendo.

Muitas pessoas estão trocando o sal branco pelo chamado sal do Himalaia, tal mudança é benéfica?

– Considerando a baixa concentração de iodo presente no sal rosa e que nos pelo sal marinho garantimos as quantidades adequadas, a curto prazo não vejo que ele pode ser prejudicial, mas como todo ALIMENTO DA MODA os reais efeitos aparecem  com as pessoas que se iludem com as suas promessas, tornando-se cobaias, e somente futuramente podemos afirmar se é realmente um boa troca. Mas deixo a reflexão que o sal marinho sempre foi consumido e nas quantidades adequadas nunca teremos problemas relacionados ao seu uso.

Qual a orientação ​p​ara o uso deste sal pelos brasileiros?

– De acordo com o Guia de Alimentar para a População Brasileira o consumo de sal marinho adicional é de 5 gramas totais (que apresenta em média 1700 mg de sódio), lembrando que esse sódio é o mesmo presente nos produtos industrializados, enlatados, embutidos. Sendo assim as 5 gramas de sal marinho seriam apenas em sal branco, mas temos que considerar o consumo desses alimentos e reduzir o sal adicional caso haja consumo exagerado.

Ha alguma advertência?

– O excesso de sódio total diário na alimentação a longo prazo trás sério problemas de pressão arterial e renal. Além de pessoas que consomem o mineral em grandes quantidades apresentam maior retenção de líquidos.

Como deve ser feito seu uso, caso seja recomendado?

– Seguindo a recomendação do ministério da saúde devemos usar até 1 colher de sopa rasa de sal adicional por dia.

E sempre verificar nos rótulos dos alimentos na coluna VD% o percentual total de sódio por porção do alimento. Esse VD% representa o quanto em porcentagem do sal está presente na porção consumida. Exemplo: bolacha com VD% de 10% significa que na porção temos 170 mg que representa 1/10 da quantidade ideal de consumo diário. Quem se alimenta basicamente de industrializados a soma dos VD% não deveriam ultrapassar 100% (lembrando que o sal branco que colocamos na comida deve ser somado), IMPORTANTE lembrar que esse exemplo estou apenas colocando a questão do sódio, mas ter uma alimentação baseada apenas em industrializados não se trona benéfica apenas pelo consumo de sódio. (isso é assunto para outro texto).

Há algum cuidado a tomar?

– Temos sempre que tomar cuidado com as propagandas de lojas e pessoas que vedem certos produtos. Não existe alimentos milagroso como as empresas vendem. Nenhum alimentos sozinho tem capacidade de promover saúde ISOLADAMENTE, porem em grandes quantidades podem trazer sério problemas a saúde. É muito importante quando vermos certos novos alimentos serem anunciados, ESPERAR termos evidencias científicas de que ele realmente é saudável.


PORQUE VOCÊ QUER EMAGRECER?


Quando trazemos consciência a qualquer aspecto da vida, semeamos benefícios, pois a consciência nos diz como andam as coisas…

Durante o processo de emagrecimento as vezes nos sabotamos ou perdemos a motivação por NÃO SABERMOS AO CERTO O QUE QUEREMOS, é preciso saber o que queremos com o processo a curto, médio e longo prazo, do contrario acabamos nos sabotando…

Uma técnica aparentemente simples (mas que exige muito do nosso autoconhecimento) é sentar por minutos do seu dia e se responder: PORQUE EU QUERO SER MAGRA? PORQUE EU QUERO EMAGRECER? PORQUE EU QUERO TER UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL?

Simplesmente quando usamos o EMAGRECIMENTO como motivo, nosso cérebro acaba nos sabotando.

EXEMPLOS: PORQUE EU QUERO EMAGRECER?

Exemplo 1: quero conseguir amarrar meus tênis sozinho, sem precisar da ajuda de terceiros, pois me incomoda o fato de não conseguir fazer atividades simples do meu dia-a-dia.

Exemplo 2: para usar roupas de tamanho menores, pois toda vez que uso as atuais elas ficam apertadas e minhas gorduras ficam mais visíveis e isso me incomoda.

Exemplo 3: para que meus exames de sangue tenham melhoras nos marcadores alterados e com essa melhora, que eu chegue na terceira idade sem precisar usar medicamentos e ter mais qualidade de vida…

Esses são apenas exemplos… mas é IMPORTANTE você detalhar os motivos. Não usar apenas, EXAMES, ROUPAS MENORES, AMARRAR O SAPATO, quando mais detalhes você der, maior será a sua lembrança e suas respostas a tomada de decisões.

Seu psicologo e/ou seu nutricionista comportamental podem te ajudar a definir esses motivos. É importante ter ajuda nessa técnica.

(Texto Adaptado do livro – Você tem fome do que? e Pense Magro – por Rodolfo Scatolon Nutricionista)


PROIBIR ou PENSAR QUANTO COMER?


QUANTO COMER?

Essa é uma pergunta que você deveria fazer diante de QUALQUER alimento que for consumir.

Em temos de terrorismo nutricional, muitas vezes nos pegamos nos privando, nos proibindo, dizendo não para tudo, e para muitos isso é uma verdadeira tortura. As proibições extremas levam a aumento de ansiedade e futuros episódios de compulsão.

Julgar um alimento com RUIM, PROIBIDO, NÃO ESTÁ NA DIETA, etc… faz com que quando você se permita comer um pedacinho dele, você perca o controle e ultrapasse a quantidade real para sua satisfação e saciedade. Um dos gatilhos, justamente é acreditar que não poderia estar comendo aquilo e por ter feito é motivo para exagerar e comer sem critérios.

Por isso essa técnica do QUANTO DEVO OU QUERO COMER? te permite comer QUALQUER alimento sem julgamento, uma vez que diante do alimento desejado você terá consciente do consumo e não haverá espaço para culpa se você combinar uma quantidade ideal de consumo.

DICA (coloque em prática) – no lugar de se proibir combine com você uma quantidade que reduza 1/3 (apenas) da quantidade anterior que você teve com esse alimento. Isso será prazeroso e LIBERTADOR!

Quem topa colocar em prática???


CURSO DE CULINÁRIA PARA SOLTEIROS


ATENÇÃO LIMEIRA!!! CURSO NOVINHO EM FOLHA PARA VOCÊ!!!

CURSO DE CULINÁRIA PARA SOLTEIROS – GUIA PRÁTICO

Curso voltado para solteiros, pessoas que querem aprender cozinhar de maneira prática, pessoas que tem dificuldade em cozinhar em casa, pessoas que fazem reeducação alimentar e querem ganhar praticidade do dia-a-dia, etc…

Nesse curso vou ensinar ao vivo mais de 20 receitas rápidas e práticas, além de durante as preparações dar muitas dicas úteis e práticas para tornar seu dia-a-dia alimentar mais saudável. leve, equilibrado, prático.

Receitas todas com proposta de 3 a 15 minutos, preparadas em micro-ondas.

DATA: 10 de JUNHO
HORÁRIO: das 13:30 as 16:30

Incluso: apostila com todas as receitas apresentadas no curso + receitas brindes + dicas + técnicas de congelamento + dicas de utensílios + armazenamento + degustação dos pratos + sorteio de brindes exclusivos.

Investimento: Inscrições até dia 22 de maio R$125,00 a vista ou R$150,00 no cartão até em 5 x.

Inscrições de 23 a 5 de junho R$200,00 a vista ou parcelado.

 


ABOBRINHA DE APERITIVO


APERITIVO DE ABOBRINHA

 

1 abobrinha italiana

1 colher de sopa de azeite extra virgem

1 colher de sopa de ervas frescas de sua preferencia

2 colheres de queijo parmesão ralado

1 colher de alho picadinho

1 colher de cebola em cubos

18275154_1518843931490341_4234495718990945917_n

Modo de preparo:

Lavar bem a abobrinha com uma bucha. Fazer cortes com a faca sentido vertical com espaços de 1 cm aproximadamente. Em uma assadeira montar a abobrinha em cima de uma papel alumínio colocando todos os ingredientes: azeite, cebola, alho, queijo, etc… embrulhar no papel alumínio e levar ao forno 200ºC por 20 minutos. Depois retirar o papel e colocar mais 10 minutos para dourar (se sentir necessidade. Servir como entrada em churrascos.


SENTIMENTOS DA DIETA…


Você sabia que pessoas que pensam em iniciar seu processo de emagrecimento lidam com 4 principais emoções que as atrapalham de manter o foco:

TRISTEZA: por achar que vão abrir mão de coisas que gostam de dão prazer e alegria em comer.

MEDO: o medo é um sentimento que é bom na medida certa, nessa caso ele é a penas um sinal pois você estará em NOVOS processos e isso deixa todo mundo com medo, mas desativamos esse sentimento com uma simples frase: ”Eu quero, eu posso, eu consigo eu realizo.”

CULPA: ela é apenas um alerta de outras experiencias que você já teve (quando comeu de mais da outra vez por exemplo), mas é importante usar novas estratégias para ela ficar amenizada ou nem aparacer.

INSEGURANÇA: muitas vezes acreditamos que não somos capazes, e isso é um afirmação bem equivocada, pois TODOS conseguem, basta querer e adotar medidas adequadas, não se espelhe em tentativas passadas de insucesso, agora você vai fazer algo positivo e ótimo para você;

Dentro da Reeducação Alimentar com foco em pense magro nos usamos técnicas que te ajudam a passar longe desses sentimentos e SUPERAR todos os traumas de ”dietas” do passado. Vem comigo?

Agende já seu horário pelo Whats: (19) 99188-5486 ou pelo inbox.


Chá, só no inverno?


O tempo já está começando esfriar e a noite e qualquer hora do dia os chás são bem vindos! Porém muita gente não consume pois não tem tempo de preparar os de ervas naturais em infusão! Mas venho aqui te dar uma dica que muitos desconhecem!

Esses chás de saquinho em sua maioria são as próprias ervas, porem dentro só saquinho! Só temos que ler os rótulos e verificar de nos ingredientes se tem apenas a erva do sabor da embalagem! São raros os que têm outras coisas junto com folhas, cascas, etc…

Todo chá é hidratante.
Todo chá é diurético.
Todo chá contribui com algum antioxidante específico da sua cor que ajudam no equilíbrio geral do organismo.

17861836_1489791887728879_1502735695048579085_n

Outra dica, a função diurético dos chá já acontecem com 500-600 ml dia! O exagero não promove maior diurese pelas substâncias do chá mas sim pelo líquido, no caso a própria água! Alguns chás consumidos em exagero podem causar intoxicação, ao fígado principalmente! Chá verde é um exemplo! 1000 ml por dia em 6 meses de consumo mulheres apresentaram marcadores hepáticos (como da gordura no fígado) não pense no exagero! Pense no suficiente!

Gostou da dica? Compartilhe…

www.rodolfoscatolon.com.br
Rodolfo Scatolon Nutricionista


MACARRÃO INTEGRAL COM SARDINHA


Almoço de hoje: macarrão com sardinha e abobrinha!

1 colher de azeite extra virgem
1/2 cebola
1 abobrinha cortada em cubos
3 tomates cortados em cubos
Temperos a gosto
2 latas de sardinha

17951716_1495286247179443_4240018401478323326_n

 


Abusei na páscoa, o que fazer?


Abusei na páscoa, o que fazer?

Essa semana recebi muitos inbox me pedindo sugestões do que fazer após os exageros de pascoa, e por esse motivo vou escrever esse texto para vocês… 😀

Primeiramente minha dica é NÃO PRECISA FAZER NADA além do que você faz normalmente em sua semana habitual. Se você já segue uma reeducação alimentar não TEM NECESSIDADE de fazer detox, low carbo, triplicar o exercício, etc… você pode simplesmente voltar a comer NORMALMENTE…

images (3)

Primeiro que isso pode se tornar uma prática compensatória e a longo prazo trazer alguns problemas de comportamento alimentar alterados.

Segundo, você não tem que se punir por ter comido e já que abusou um dia É OBRIGADA A SE SACRIFICAR. Apenas faça uma reflexão do que você você melhorar da próxima fez que passar pela mesma situação.

Terceiro: buscar estratégias drásticas causam geralmente DESEQUILÍBRIO, por isso a melhor estratégia é VOLTAR AO NORMAL, e digo o NORMAL mesmo, tomar seu café como de costume, sua fruta nos lanches, etc…

Ah, dica importante… se comeu um pouco a mais e agora está querendo ficar até quinta sem comer NADA de doces, lembre-se que temos outro feriado, não seria melhor comer um pouquinho por dia? Pois ficar brigando com a vontade de comer, no final de semana talvez você perca o controle novamente.

Uma ótima semana a todos… Rodolfo Scatolon Nutricionista