RADICALISMO, O GATILHO DO INSUCESSO!


Como todo mundo adoro seguir médicos famosos, esse é um endocrinologista que depois de tantos casos de insucesso se especializou em NEUROCIÊNCIA e hoje escreve textos e livros fantásticos. Eis que apresento o Top dos Tops DEPAK CHOPRA, e o mesmo nessa citação afirma que qualquer tipo de privação leva ao insucesso de um processo de emagrecimento e o reganho de peso.
Privar-se que é o termo que ele usa, podemos aplicar como no nosso contextos prático clínico?
 
Se o paciente come 60% da alimentação do seu dia a dia de carboidratos e ele passa para 10%, isso é privação, logo, será algo bem torturante, complicado, difícil, etc…
 
Se você comer de 2 em 2 horas e passar a ficar 24 horas sem comer. isso TAMBÉM é privação, e o mesmo se aplica.
 
Se você gosta de sair com os amigos na sexta-feira e comer um pedaço de pizza, e parar de sair, além de ser privação isso te torna um individuo menos social, aumentando as chances de depressão, tristeza, etc…
 
DICA: hoje as pessoas querem dar PULOS/SALTOS muito grandes de uma ÚNICA vez,… se você como 60% da sua alimentação de carboidratos e isso não está sendo saudável no momento, que tal começar a reduzir para 50%, quando seu corpo se acostumar, será mais fácil ir para 45%, 40%… e opa… estudos mostram que não precisamos comer menos de 40% de carboidratos por dia para manter nossas funções em equilíbrio.
 
Essa transição pode levar semanas, meses e anos… quanto tempo você levou para se importar com isso? Porque RADICALIZAR agora?
No brilhante livro do autor acima ele cita que pessoas que fazem mudanças menos radicais são as que conseguem manter os resultados obtidos para SEMPRE. Tudo que causa dor, sofrimento, tortura, dura o tempo suficiente até você atingir seu objetivo, mas infelizmente, não para a manutenção dele…
 
Vá com calma, vá devagar, vá no seu tempo, aprenda a ouvir o que seu corpo fala (se você começou algo e começou a ter dores de cabeça, moleza, isso é um SINAL do seu corpo que algo está errado, você precisa RESPEITAR seu corpo para que ele te respeite também)…
 
Sem mais, Rodolfo Scatolon Nutricionista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *