Suplementos não indicados para uso, por promoverem problemas de saúde!


Segundo a AIS (Australian Intitute of Spot), alguns suplementos não devem ser indicados para uso em atletas, por não ter literatura científica que comprovem seus efeitos.

O grupo D como eles classificam como Nível de evidência: Banidos ou em alto risco de contaminação com substâncias que poderiam levar a um teste de drogas positivo. Use dentro de programas de suplementos: Não deve ser usado por atletas.

download (2)

> Estimulantes: Agência Mundial Anti-Doping lista (WADA): efedrina, estricnina, sibutramina, Dimetilamilamina (DMAA), Outras ervas estimulantes.

> Pro hormônios e impulsionadores da hormona: lista WADA: DHEA, androstenediona, 19-norandrostenione / ol, outros pro hormônios, Tribulus terrestris e outros reforços de testosterona, Pó de raiz de Maca.

> Liberadores de GH e peptídeos: lista WADA Tecnicamente, enquanto estes às vezes são vendidos como suplementos (ou foram descritos como tal) são geralmente produtos farmacêuticos não aprovados: …

> outro lista WADA: Glicerol utilizado para estratégias de re / hiper-hidratação – banido como um expansor plasmático
O colostro – não recomendados pela WADA devido à inclusão de fatores de crescimento em sua composição.

Fonte: http://www.ausport.gov.au/ais/nutrition/supplements/groupd

Suplementos esportivos com evidencias científicas de sua funcionalidade!


Com a crescente procuras das pessoas por um novo estilo de vida e a inclusão da atividade física na rotina, os suplementos alimentares são de primeiro momento algo que TODOS acreditam precisar, e de fato dependendo da rotina eles são importantes, mas o suplemento jamais deveria ser substituto de uma refeição, e sim o complemento da sua alimentação tradicional. Outro erro muito comum é esperar resultados com os suplementos, como se eles fossem milagres em pó e outro erro é confiar demais em propagadas ou em atletas patrocinados para vendem o produto x sem comprovação cientifica. Muitos não fazem mal a por isso mesmo sem comprovação são vendidos, mas nesse caso seu dinheiro está sendo jogado no lixo.

Segundo o AIS (Australian Institute of Sport), os suplementos são divididos em quadro grupos (A,B,C e E). Sendo o grupo A: Nível de evidência: Suporte para uso em situações específicas no desporto através de protocolos baseados em evidências. (com comprovação de eficácia).

images (3)

Esportes alimentos:
Os produtos especializados utilizados para proporcionar uma fonte prática de nutrientes quando não é prático para consumir alimentos diários (Sports drink, Sports gel, Sports confectionery, Liquid meal, Whey protein, Sports bar, Electrolyte replacement).

Suplementos médicos:
Usado para tratar questões clínicas, incluindo as deficiências de nutrientes diagnosticados. Requer distribuição individual e supervisão adequada medicina esportiva (Iron supplement, Calcium supplement, Multivitamin/mineral,
Vitamin D, Probiotics (gut/immune)).

Suplementos de desempenho:
Usado para contribuir diretamente para o desempenho ideal. Deve ser usado em protocolos individualizados sob a direção de uma medicina esportiva / ciência médico apropriado. Embora possa haver uma base de dados geral para estes produtos, pesquisas adicionais podem muitas vezes ser necessário para ajustar os protocolos para uso individualizado e específico do evento (Caffeine, B-alanine, Bicarbonate, Beetroot juice, Creatine).

Óleo de coco emagrece?


Nos últimos anos tornou-se cada vez mais comum a utilização de medicamentos fitoterápicos no tratamento das enfermidades. Como consequência disso, houve um crescimento acelerado na comercialização desses produtos.

O Coco Cocos. nucifera L. pertence à família Arecaceae (Palmae) e subfamília Cocoideae. O óleo é em geral, extraído a frio a partir da massa do coco. O uso do óleo de coco para o tratamento da obesidade tem recebido grande destaque na mídia, fator condicionante na corrida dos consumidores às farmácias buscando uma solução milagrosa para perda de peso (RODRIGUES, 2012).

Estes suplementos lipídicos ganharam popularidade pela promessa de que poderiam auxiliar no emagrecimento, proporcionando modificações na composição corporal através da redução de gordura corporal, em especial, na gordura localizada na região abdominal (LESER, ALVES & GUERRA,2010).

propriedades-beneficios-oleo-de-coco

Nos últimos anos a busca por auxiliadores no emagrecimento vem causado a busca frenética, pois a sociedade contemporânea está mergulhada em maus hábitos alimentares, aumentando os índices de doenças e populações obesas.

Os defensores do óleo de coco que acreditam em sua propriedade emagrecedora, se baseiam na teoria de que os AGCM são facilmente oxidados a lipídeos e não armazenados no tecido adiposo, quando comparados aos ácidos graxos de cadeia
longa (AGCL). Por esta inferência, e pelo fato do óleo de coco ser rico em AGCM e pobre em AGCL, seu uso poderia ter efeito no tratamento da obesidade (RODRIGUES, 2012).

São poucos os estudos que avaliaram a suplementação do óleo de coco e resultados no perfil lipídico em humanos. Em um estudo realizado por Ferreira, Barbosa e Ceddia, (2003) foi selecionado 17 homens saudáveis, com atividade física de leve a moderada, sem histórico de hipertensão ou aterosclerose e sem nenhum tratamento medicamentoso que foram submetidos a ingestão de 70g de AGCM proveniente de óleos vegetais algumas semanas. Os resultados mostraram que a
dieta com AGCM elevou o colesterol plasmático total, o LDL (Low Density Lipoproteins) e o HDL.

Vale lembrar que quem usa óleo de coco como alternatina alimentar, o mesmo deve estar calculado como a ingestão de gorduras saturadas totais da dieta (que podem ser 10% da ingestão total). CONSULTE SEMPRE SEU NUTRICIONISTA!

Gordura Trans: onde ela está presente?


Nessa semana no EUA foi tomada a medida para retirar a gordura Trans dos alimentos devido ao aumento de complicações a saúde que junto a outros hábitos inadequados contribuem para mais de 70% dos seus habites estarem com sobrepeso e obesidade (sendo obesos mais de 30% desse valor).

A gordura trans é usada pela indústria alimentícia para aumentar o sabor e o tempo de conservação dos produtos. Ela é prejudicial à saúde por elevar os níveis de colesterol ruim, a Lipoproteína de Baixa Densidade (em inglês LDL), e diminuir o colesterol bom, a Lipoproteína de Alta Densidade (em inglês HDL). Essas alterações nas taxas aumentam o risco de doenças como infarto e acidente vascular cerebral.

Mas onde a gordura trans está presente: Vou ajudar você a identificar alguns dos principais produtos que usam a gordura trans em sua composição.

images (3)

> Sorvetes de massa

> Batatas congeladas

> Salgadinhos de milho e de batata

> Donits

> Margarinas Sólidas

> Misturas prontos para bolo e tortas

> Cookies e biscoitos Amanteigados

> Pipoca de Micro ondas

> Lanches fast Food

> Nuggets

> Pizzas congeladas

> Bolachas recheadas

> Alguns Biscoitos de polvilho

> Massas folhadas em geral

o-que-e-gordura-trans-1

Assim, para saber se um alimento é rico em gordura trans basta olhar a quantidade por porção dessa substância. Não se deve consumir mais que 2 gramas de gordura trans por dia.

É importante também verificar a lista de ingredientes do alimento. Através dela é possível identificar a adição de
gorduras hidrogenadas durante o processo de fabricação do alimento.

Orgânicos: vale a pena?


O que são Produtos Orgânicos?

Verduras-a-Domicilio-Canasta-Facebook-Banner-Size

O produto orgânico é cultivado sem o uso de adubos químicos ou agrotóxicos. É um produto limpo, saudável, que provém de um sistema de cultivo que observa as leis da natureza e todo o manejo agrícola está baseado no respeito ao meio ambiente e na preservação dos recursos naturais.

1. Evita problemas de saúde causadas pela ingestão de substâncias químicas tóxicas.
Pesquisas e estudos tem demonstrado que os agrotóxicos são prejudiciais ao nosso organismo e os resíduos que permanecem nos alimentos podem provocar reações adversas.

2. Alimentos orgânicos são mais nutritivos.
Solos ricos e balanceados com adubos naturais produzem alimentos com maior valor nutritivo.

3. Alimentos orgânicos são mais saborosos.
Sabor e aroma são mais intensos – em sua produção não há agrotóxicos ou produtos químicos que possam alterá-los.

4. Protege futuras gerações de contaminação química.
A intensa utilização de produtos químicos na produção de alimentos afeta o ar, o solo, a água, os animais e as pessoas. A agricultura orgânica exclui o uso de fertilizantes, agrotóxicos ou qualquer produto químico; e tem como base de seu trabalho a preservação dos recursos naturais.

5. Evita a erosão do solo.
Através das técnicas orgânicas tais como rotação de culturas, plantio consorciado, compostagem, etc., o solo se mantém fértil e permanece produtivo ano após ano.

6. Protege a qualidade da água.
Os agrotóxicos utilizados nas plantações atravessam o solo, alcançam os lençóis d’água e poluem rios e lagos.

7. Restaura a biodiversidade, protegendo a vida animal e vegetal.
A Agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza, criando ecossistemas saudáveis. A vida silvestre, parte essencial do estabelecimento agrícola é preservada e áreas naturais são conservadas.

8. Ajuda os pequenos agricultores.
Em sua maioria, a produção orgânica provém de pequenos núcleos familiares que tem na terra a sua única forma de sustento. Mantendo o solo fértil por muitos anos, o cultivo orgânico prende o homem à terra e revitaliza as comunidades rurais.

9. Economiza energia.
O cultivo orgânico dispensa os agrotóxicos e adubos químicos, utilizando intensamente a cobertura morta, a incorporação de matéria orgânica ao solo e o trato manual dos canteiros. É o procedimento contrário da agricultura convencional que se apoia no petróleo como insumo de agrotóxicos e fertilizantes e é a base para a intensa mecanização que a caracteriza.

10. O produto orgânico é certificado.
A qualidade do produto orgânico é assegurada por um Selo de Certificação. Este selo é fornecido pelas associações de agricultura orgânica ou por órgãos certificadores independentes, que verificam e fiscalizam a produção de alimentos orgânicos desde a sua produção até a comercialização. O Selo de Certificação é a garantia do consumidor de estar adquirindo produtos mais saudáveis e isentos de qualquer resíduo tóxico. No Brasil, somente através do IBD, existem 45 produtores com o selo orgânico.

4937423241_226eecfaf3

Rótulos: como não se enganar nas calorias!


Esse tema é muito amplo e é um dos erros mais comuns que atrapalham algumas pessoas em alguns objetivos por não saberem interpretar rótulos! Hoje vou focar na questão da porção x calorias e dar esse exemplo para que você fique mais atento a partir de hoje!

Pela legislação os rótulos dos alimentos tem que apresentar itens de extrema relevância para o consumidor como: quantidades de carboidratos, proteínas, lipídios, fibras, sódio, ingredientes em ordem decrescente, medida caseira, etc…

acai 2

No caso desse produto em questão, estou mostrando um produto ZERO, e isso hoje em dia chama muita atenção! Um produto ZERO é aquele que é isento de algum nutriente (sódio, açúcar, etc…), mas isso não significa necessariamente que ele tem menos calorias, é preciso ficar de olho!

Com relação ao rótulo abaixo:

acai

…é muito comum você pegar essa embalagem e olhar as calorias e dai seus olhos iriam brilhar, pois mostra 46 kcal… É natural que a maioria das pessoas pensem que o POTE pequeno inteiro tem 46 kcal e podem comer sem culpa, pois são poucas calorias. MAS AI ESTÁ O ERRO! Temos que analisar que quantidade do alimento tem as calorias mencionadas na embalagem! Muitas já bem com as calorias da embalagem, mas ainda temos exemplos como esse que as 46 kcal são referentes a 6 colheres de sopa do produto que totalizam 60 gramas. Se o pote todo tem 200 gramas você estaria consumindo 153 kcal (o que para um lanche da tarde por exemplo com 1 colher de granola não teria problema), mas é importante saber disso! Se você associasse que o pote era epenas 46 kcal, poderia pensar em comer mais de um, e isso com certeza somaria algumas calorias a mais na sua rotina que você não saberia identificar o porque os resultados não estariam como você planejou!

DICA: não olhe apenas as colorias, mas sim que porção em gramas e unidades que representam aquelas calorias…

Festas Junina, o que fazer?


Nesse época do ano as festas juninas (e julhinas) fazem parte da rotina de qualquer um! E será que esse tipo de evento pode te atrapalhar de alguma forma no seu objetivo? Já te afirmo, se ele não estiver PLANEJADO, tenho certeza que uma unica festa junina pode fazer você perder o resultado de dias de sacrifício, veja porque:

festa junina 03

Selecionei abaixo os principais itens consumidos nessas festas e vejam a QUANTIDADE de calorias que eles apresentam! Confesso que me assustei com alguns!

> Cuscuz (1 pote pequeno tem em média 200 gramas ou mais) em 100 gramas temos 184 kcal.

> Cachorro quente (Como descrivi no poste anterior) tem em média de 400 a 550 kcal dependendo dos recheios.

> Churros de doce de leite (1 unidade normal) sem cobertura extra tem 225-250 kcal.

> Pipoca tradicional (1 pacotinho pequeno) tem 67 kcal.

> 1 lata de refrigerante normal 88 kcal.

> Maça do amor (1 unidade média) tem 400 kcal (pois a calda é PURO açúcar).

> Pastel de carne (1 unidade) tem 210 kcal.

> Canjica doce (1 xícara) tem 120 kcal.

> Paçoca caseira (1 pedaço pequeno) tem 150 kcal.

> Doce de abobora (1 unidade) tem 101 kcal.

> Milho cozido (1 espiga) 132 kcal (sem a manteiga – se colocar a manteiga pode acrescentar mais umas 60-120 kcal.

> Pinhão (5 unidades) 90 kcal.

> Espetinhos de churrasco (1 unidades com 5 pedaços de carne em cubos) tem 150 kcal – se passar na farinha pode estimar que ele chegue perto das 270 kcal.

> Quentão (100 ml) tem 200 kcal – geralmente são servidos em copos de 200 ml ou seja você está bebendo 400 kcal.

> Vinho quente (100 ml) tem 120 kcal (uma ótima opção diante do quentão).

Minha dica é simples e prática!

Pare agora, nesse minuto, e pense em todos os seus resultados obtidos até agora. Você pode e deve ir nas festas juninas, mas desde que o foco não veja comer até explodir! Vá com a intenção de levar as crianças para brincar, de rever amigos queridos, e na hora de comer (o que será inevitável) ESCOLHA SEU PREFERIDO! Não é porque você está na quermesse que precisa comer 1 item de cada, lembre-se que essas festas serão comuns agora nas próximas semanas e você poderá provar coisas diferentes EM DIAS DIFERENTES! Outra dica bem quantitativa (sem pensar em qualidade nutricional) é você comer 500 kcal na festa, essas calorias não serão responsáveis por fazer você peso, DESDE QUE AS REFEIÇÕES ANTERIORES A FESTA TENHAM SIDO REALIZADAS DE MANEIRA MAIS SAUDÁVEL E EQUILIBRADA POSSÍVEL!

Um só pode! Não tem problema! (Será que não tem?)


Um só pode! Não tem problema! (Será que não tem?)

Cachorro quente pode?

Nessa época do ano as festas juninas e quermesses são o ponto de encontro dos amigos e familiares. E por esse motivo é muito importante você aprender a lidar com os alimentos e mostrar o controle sobre eles, pois ficar negando convites não faz bem para ninguém!

cachorro quente

Minha dica inicial é que essa festa junina ou quermesse esteja no seu planejamento da semana, e isso já te auxiliará a manter seus resultados. Como já discutido aqui, um evento noturno antecede de 4 a 5 refeições, então vamos caprichar nelas e não exagerar!

Sobre o cachorro quente, vou fazer uma conta bem simples:

1 pão de cachorro quente – 141 kcal
1 salsicha 134 kcal
2 colheres de sopa de maionese 60 kcal
1 colher de sopa de ketchup 15 kcal
1 colher de sopa de mostarda 8 kcal
3 colheres de sopa de batata palha 142 kcal
3 colheres de sopa de purê de batata 82 kcal

Total de calorias 550 kcal.

Dai vem na sua cabeça aquele pensamento: já que vou comer cachorro quente vou tomar um refrigerante (122 kcal).
Já que comi mesmo, vou comer um churros (250 kcal)… Nossa que delicia esses bombons vou levar uns para casa (130 kcal cada)…

Será 1 cachorro quente pode? E eu dai eu te faço outra pergunta:
– Como foram as suas refeições anteriores? Você se planejou para comer esse cachorro quente? Então coma! E lembre-se, amanhã tudo volta ao normal! E uma dica mais valiosa ainda: ESCOLHA O SEU PREFERIDO. NÃO É PORQUE TEM QUERMESSE SÓ EM JUNHO E JULHO QUE EM UMA UNICA NOITE VOCÊ PRECISA COMER UM ITEM DE CADA! TENHA CONTROLE E MANTENHA SEUS RESULTADOS…

images (4)

OBS: Lembrando que a salsicha não é um alimento indicado para consumo, já postei o vídeo sobre o processo de produtivo, e não estou incentivando que ninguém coma o cachorro quente, mas o texto serve para reflexão sobre o que comer antes e não EXAGERAR nas festas… e demostrar que as calorias nessas festas são altas e exige de nos mais controle que no dia a dia…

Era só uma ”balinha” de troco…


Era só uma balinha de troco… (esse é um dos temas que abordo na minha palestra: ‘Os erros que podem estar te atrapalhando os seus objetivos de perda de peso).

Esse é um erro muito comum e que muita gente não se atenta! Sabe aquela bala de troco da farmácia, do mercado, da padaria? Elas também são consideradas alimentos e também apresentam calorias!

Um dia desses em consultório, estava falando com uma paciente que me pareceu muito determinada e super motivada a fazer uma programa de Reeducação Alimentar, me relatou sua rotina alimentar, porem se esqueceu de um pequeno detalhe…

No dia do primeiro retorno ao pesarmos, ela havia eliminado apenas 1,5 quilos no período de 30 dias. Para uma etapa inicial de quem nunca havia feito nenhum tipo de intervenção dietética esta média estava abaixo do esperado. Durante a consulta ao questionar os lanches e beliscos extras ela relatou seguir tudo certinho! E disse a seguinte frase:
– Ah para não comer doces como brigadeiros, bolos, chocolate eu chupo ”algumas” balas…

Então perguntei a frequência desse consumo de balas e volume. E ela relatou:
– Ah, é um ”punhado” mais ou menos, deve dar umas 15 balas no dia, umas 4 vezes na semana, pois tenho vontade de comer doce todos os dias!!!

bala de troco

Ao aprofundar meus questionamentos, chegamos a conclusão que ela realmente seguiu todo plano alimentar corretamente, mas não se atentou as balas, e NEM fazia ideia que elas tinham TANTAS calorias. Segue a tabela com as calorias das balas para você também ter noção do quanto elas podem interferir nos seus resultados!

Nossa! Você deve estar pensando:
– Esse nutricionista é louco, o que é uma balinha dessa na semana? Isso mesmo, uma balinha dessas não é o problema e sim a QUANTIDADE E FREQUÊNCIA dessas balinhas.

Numa conta simples, 15 balas x 32 calorias totalizam 480 kcal a mais no dia e no plano alimentar calculado. Por isso é muito importante pontuar ao seu nutricionistas pequenos lanchinhos, beliscos que cometemos. Não para que o profissional de repreenda, mas que ele tenha noção das suas DIFICULDADES E DESEJOS e possa a cada consulta formular um cardápio mais próximo da sua realidade, que seja saudável e que contribua para seus resultados!

images (3)

Treinar pesado é necessário? Qual seu objetivo?


EM QUE MUNDO NOS ESTAMOS?

Será que a frase dessa foto é motivadora? Será que precisamos pensar dessa maneira?

frases-facebook-treine-pesado

Essa semana tive o relato de algumas pacientes muito parecidos, e o que me deixou bastante preocupado! O terrorismo nutricional e a imposição por um corpo perfeito já não é desejo apenas de quem busca isso, mas também da academia que ela treina, do nutricionista que a atende, etc…

Num bom trabalho de Reeducação Alimentar, é sugerido um novo estilo de vida, com práticas saudáveis, que fora de alimentar bem é indicado uma atividade física, momento de laser com familia e amigos, etc…
Temos que tomar cuidado com as referencias que nos temos em nossas vidas! Hoje em todo blog ou site fitness tem frases como:

– Sem dor, sem resultado!
– Você tem que suar!
– Vamos crescer…
– treine pesado ou fique em casa (qualquer movimento é melhor que ficar em casa).
– entre outras…

…e o que você esquece nessas horas é que as vezes você apenas tem o objetivo de treinar por QUALIDADE DE VIDA e não para ter resultados extraordinários no seu corpo. O exercício físico (qualquer modalidade) trás benefícios a sua saúde desde que praticado corretamente. Lembre-se que o exagero é ruim EM qualquer situação!

Muitas mulheres que atendo tem MEDO de entrar na academia e fazer musculação (que é um dos exercícios mais indicados para perda de peso), pois tem medo de ficar ”paniquetes” como elas mesmas dizem. Já fica aqui a minha afirmação! MULHERES que treinam musculação não ficam igual paniquete, vocês não tem genética adaptada para isso. Você pode no primeiro mês notar que seu peso subiu, porque dai sim seus músculos terão o estímulos para crescimento (hipertrofia), mas isso não quer dizer que ele irá continuar a crescer e você ficará igual ao personal da sua academia. Só lembrando que com o aumento da musculatura, aumentamos nosso metabolismo basal e isso a longo prazo faz com que seu corpo gaste mais calorias, e comendo de maneira adequada, isso favorece que você queima mais gordura.

Por fim, você pode e deve treinar musculação. Mas cuidado com essa MODA de ser fitness! Evoluir é um processo natural de todos. Mas quem disse que a evolução tem que ser do primeiro mês para o segundo? Quantos anos de vida você ainda tem para evoluir? Respeite os seus limites, não vá na onda da modinha e nem daquela amiga que toma anabolizante! Teine por saúde, treine por qualidade de vida…

Conheça minha fanPage: https://www.facebook.com/rodolfoscatolonnutricionista