COMER DE TUDO!


Vivemos hoje uma forte onda de ”terrorismo nutricional” e infinitas modas alimentares. Esse tipo de informação acaba sempre mal interpretado pela maioria das pessoas e só vejo hoje em dia pessoas classificarem os alimentos como bons e ruins, simplesmente isso.

Com os números crescentes de sobrepeso e obesidade no Brasil e no Mundo, certas modas e abordar os alimentos como vilões não tem ajudado e nem resolvido o problema. Segundo dados do IBGE em 2015 o Brasil está com esses altíssimos números devido ao sedentarismo (falta de atividades físicas regulares), transição nutricional (mudança do padrão familiar e social), consumo excessivo de alimentar ultra processados ricos em açúcares e gorduras saturadas e a baixa ingestão de fibras, frutas e legumes.

Diante desses números novas propostas vem surgindo a fim de respeitar o indivíduo como um todo (físico, social, familiar, cultural, comunidade, emocional), e que a proibição não é o tema central das consultas e grupos, mas sim a INCLUSÃO de alimentos mais saudáveis e equilibrados para se ter uma saúde e qualidade de vida melhores.

Hoje quando falo de Reeducação Alimentar com foco em Nutrição Comportamental, trabalho em consultório o comer de tudo, mas esse texto de hoje é justamente para definirmos JUNTOS o que é esse comer tudo. Quando eu pergunto em consultório sobre as experiencias passadas e frustrantes de ”dietas” anteriores os pacientes relatam a provação extrema de muitos alimentos que gostam e dai quando falo que vão poder comer de TUDO ficam muito felizes, mas a definição de comer tudo de alguns é:

”comer de tudo Rodolfo, tipo pizza, lanches, chocolate, cerveja, doces, pão, etc…?”

 

Importante lembrar que o comer de tudo engloba os alimentos mais saudáveis e também os menos saudáveis (dentro de um equilíbrio e distribuição adequados para rotina do paciente). Esse comer de tudo significa que ele poderá comer, frutas, verduras, legumes, leites e derivados, cereais integrais, castanhas, sementes em geral e também incluir pizzas, lanches, doces, etc… o comer de TUDO é muito mais amplo que apenas os imaginados acima na primeira citação.

Vale lembrar que quando comer de tudo, conseguimos optar maior quantidade de nutrientes que EQUILIBRAM e REGULAM nosso organismo e fica muito mais fácil e simples controlar desejos, vontades e períodos compulsivos. Até mesmo porque a permissão em comer desativa POTENTES sabotadores psicológicos do processo de emagrecimento.  Se planeje, se permita, e você conseguirá seguir um novo estilo de vida. Viver em privações troca o processo TEMPORÁRIO e efeitos sanfonas constantes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *