Óleo de coco emagrece?


Nos últimos anos tornou-se cada vez mais comum a utilização de medicamentos fitoterápicos no tratamento das enfermidades. Como consequência disso, houve um crescimento acelerado na comercialização desses produtos.

O Coco Cocos. nucifera L. pertence à família Arecaceae (Palmae) e subfamília Cocoideae. O óleo é em geral, extraído a frio a partir da massa do coco. O uso do óleo de coco para o tratamento da obesidade tem recebido grande destaque na mídia, fator condicionante na corrida dos consumidores às farmácias buscando uma solução milagrosa para perda de peso (RODRIGUES, 2012).

Estes suplementos lipídicos ganharam popularidade pela promessa de que poderiam auxiliar no emagrecimento, proporcionando modificações na composição corporal através da redução de gordura corporal, em especial, na gordura localizada na região abdominal (LESER, ALVES & GUERRA,2010).

propriedades-beneficios-oleo-de-coco

Nos últimos anos a busca por auxiliadores no emagrecimento vem causado a busca frenética, pois a sociedade contemporânea está mergulhada em maus hábitos alimentares, aumentando os índices de doenças e populações obesas.

Os defensores do óleo de coco que acreditam em sua propriedade emagrecedora, se baseiam na teoria de que os AGCM são facilmente oxidados a lipídeos e não armazenados no tecido adiposo, quando comparados aos ácidos graxos de cadeia
longa (AGCL). Por esta inferência, e pelo fato do óleo de coco ser rico em AGCM e pobre em AGCL, seu uso poderia ter efeito no tratamento da obesidade (RODRIGUES, 2012).

São poucos os estudos que avaliaram a suplementação do óleo de coco e resultados no perfil lipídico em humanos. Em um estudo realizado por Ferreira, Barbosa e Ceddia, (2003) foi selecionado 17 homens saudáveis, com atividade física de leve a moderada, sem histórico de hipertensão ou aterosclerose e sem nenhum tratamento medicamentoso que foram submetidos a ingestão de 70g de AGCM proveniente de óleos vegetais algumas semanas. Os resultados mostraram que a
dieta com AGCM elevou o colesterol plasmático total, o LDL (Low Density Lipoproteins) e o HDL.

Vale lembrar que quem usa óleo de coco como alternatina alimentar, o mesmo deve estar calculado como a ingestão de gorduras saturadas totais da dieta (que podem ser 10% da ingestão total). CONSULTE SEMPRE SEU NUTRICIONISTA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *