ORTOREXIA: O QUE É?


O que é Ortorexia?

O nome foi dado por Dr. Steven Bratman. O nome e a doença ainda não são reconhecidos oficialmente, mas se assemelham aos demais transtornos. Sabe aquelas pessoas que refletem bastante antes de escolher a refeição a ser feita, leem incansavelmente os rótulos dos alimentos e muitas vezes deixam de se alimentar devido às poucas opções de alimentos saudáveis? É exatamente a essas pessoas que o termo ortorexia se destina, nada mais é que a obsessão de comer apenas os alimentos ”permitidos” em uma dieta recomendada e jamais se permitir exceções.

Pode parecer irônico, não é verdade? Como uma pessoa pode prejudicar sua própria saúde se está se dedicando a uma alimentação estritamente saudável? Pois é, isso se torna prejudicial a partir do momento onde a alimentação é posta como prioridade sobre todas as escolhas e hábitos dessa pessoa. A restrição imposta por ela pode torná-la mais distante de seus amigos e familiares e ainda proporcionar oscilações de humor que podem prejudicar seu estado psicológico no exato momento da restrição ou no futuro. Essa pessoa apenas busca uma dieta perfeita e escolhe viver apenas para isso.

 

Causas da Ortorexia

A causa principal desse transtorno é a busca por um corpo perfeito. Atualmente, podemos facilmente nos deparar com parâmetros divulgados pela mídia e as referências utilizadas podem induzir as pessoas a buscarem por medidas que não se adequam ao seu biotipo corporal. A ideia central delas é apenas conquistar o corpo ideal e perfeito.

Há casos de preconceito com pessoas obesas que podem induzir à ortorexia através de discriminação e humilhação, assim resultando em consequências muito mais graves a essas pessoas. Esse transtorno requer muita atenção, pois diferentemente da anorexia e da bulimia, ele pode ser identificado tardiamente, pois seus sintomas podem aludir apenas a hábitos saudáveis. A insatisfação com a autoestima é um dos principais motivos responsáveis pela maioria dos casos de ortorexia nervosa. Há pessoas que também reconhecem a ortorexia nervosa como a única solução para melhoras rápidas de estado de saúde.

 

Sintomas da Ortorexia

Abaixo você poderá conhecer alguns dos sintomas que podem ser utilizados como referencia para identificar casos de Ortorexia nervosa. É importante analisar o comportamento e comparar com cada sintoma apresentado, pois quanto mais rápido for o reconhecimento do caso, melhor para a pessoa se recuperar e retomar um novo estilo de vida equilibrado e sadio.

  • As pessoas com Ortorexia nervosa se recusam a consumir alimentos com condimentos, conservantes ou corantes, muito utilizados principalmente em alimentos industrializados.
  • Elas excluem qualquer possibilidade de ingestão de alimentos geneticamente modificados ou pesticidas.
  • Quando convivem com essa obsessão, as pessoas com ortorexia nervosa excluem de forma radical a possibilidade de consumo de sal, açúcar e gordura, o que muitas vezes leva-os à exclusão de alimentos ricos em gorduras boas para o organismo.
  • Elas estão obcecadas com a forma de preparo e a composição dos alimentos.
  • Quando oferecidos, recusam alimentos que não se enquadram no grupo de alimentos permitidos em sua dieta restrita.
  • Quando decididas, as pessoas com ortorexia nervosa dedicam-se integralmente à dieta e não medem esforços, independente do preço a ser pago.
  • Quando não conseguem resistir a uma exceção, essas pessoas se culpam e se repreendem como se um crime fosse cometido, o que muitas vezes pode levar a momentos de sentimento de derrota e depressivos.
  • Essas pessoas deixam de respeitar o equilíbrio saudável que a variedade de alimentos pode oferecer, o que pode resultar em desnutrição e principalmente em mais momentos de fome durante o dia.
  • Há casos em que pessoas deixam de confiar nos profissionais da saúde e decidem inclusive adequar uma nova dieta de acordo com seus conhecimentos errôneos e influenciados pelo desejo infundável de conquistar o corpo sonhado.
  • Frequentemente criticam o estilo de vida das demais pessoas e desvalorizam qualquer hábito que não se adeque às finalidades que são priorizadas pela dieta equivocadamente reconhecida como “saudável”.
  • Distanciam-se dos âmbitos sociais e podem inclusive perder vínculos com amigos e familiares devido à dificuldade de aceitação da continuidade de rotinas vividas anteriormente com a ingestão de diversos alimentos que então se tornaram “proibidos”.
  • A dificuldade de aceitação de uma refeição não se limita aos valores nutritivos dos alimentos, mas pessoas com ortorexia nervosa também resistem em aceitar refeições preparadas por terceiros.
  • A perda de peso excessiva sem seguir uma dieta indicada e aprovada pode ser um dos sintomas de início de Ortorexia.

Seguir uma dieta saudável não é correto?

Não estamos afirmando que seguir uma dieta saudável é um erro, muito pelo contrário. O erro está em não se permitir uma exceção, em abrir mão de viver momentos felizes com pessoas que você ama apenas por não aceitar comer eventualmente alimentos que não se adequam à sua dieta atual. O equilíbrio é fundamental para sua vida, seu bem estar.

Unir-se às pessoas que você ama pode se tornar um erro para aqueles que estão com Ortorexia nervosa. Siga sim uma dieta saudável, mas uma dieta correta e eficaz deve ser equilibrada nos alimentos e nos hábitos de convivência, deve-se priorizar o que realmente lhe faz feliz.

 

FONTE: http://www.mundoboaforma.com.br/ortorexia-o-que-e-causas-sintomas-e-tratamento-deste-transtorno-alimentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *