PARE DE SER ENGANAR!


Quem faz dieta tem uma surpreendente capacidade de se enganar a respeito de alimentação. Eles podem ser racionais e razoáveis em outras situações, mas quanto a dietas, não. Pense nas outras vezes que você precisou restringir a alimentação fazendo uma dieta. Você deu a si mesmo uma desculpa esfarrapada para comer?

Segundo o Livro Pense Magro a lista abaixo são os típicos pensamentos sabotadores auto-ilusórios (que te autorizam a comer e fazem você acreditar que isso é uma verdade):

– Tudo bem comer isso porque…

”Não é um pedaço inteiro”

”vou comer só dessa vez”

”não é tão calórico”

”vou compensar depois, comendo menos”

”não vai fazer diferença”

”vai ser desperdício”

”estou comemorando”

”ninguém me verá comendo”

”são só migalhas”

”é de graça”

”estou chateada e simplesmente não ligo para isso”

etc…

 

Esses e outros pensamentos te iludem e te reduzem a culpa em comer AGORA, porem depois a culpa pode vir com maior intensidade quando você não obter os resultados esperados. Vale lembrar que o livro cita essas pensamentos como sabotadores para alimentos FORA DO PLANEJAMENTO, caso no seu dia estava planejado comer algo diferente, esse alimentos e os pensamentos que estiverem passando na sua cabeça na hora do consumo não devem ser classificados como sabotadores.

Caso você reconheça que já se permitiu ou que se permite sempre comer por esse ou outros pensamentos, é importante avaliar o nível do processo e onde ainda quer chegar, caso queira ainda eliminar peso e evitar a frustração da manutenção do peso, é importante aprender de maneira natural e com treino a responder esses pensamentos de maneira mais funcional ao seu objetivo.

12247088_10207824559193156_3990399631772714760_n

Texto adaptado do Livro Pense Magro (Judith S. Beck) 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *